Câmara de Macapá cria comissão para investigar prefeito Roberto Góes

A Câmara Municicipal de Macapá aprovou ontem à noite uma Comissão Especial. O objetivo é apurar a conduta e responsabilidades do prefeito Roberto Góes com relacão a Operação Mãos Limpas. O prefeito está preso desde o dia 18 de dezembro, em Brasília, acusado de obstruir as investigações da Polícia Federal. Uma das primeiras medidas da comissão é tentar ter acesso às informações nos autos do processo, que corre em segredo de justiça. Entre os integrantes da comissão estão os vereadores Washington Luiz, Luiz Monteiro e Acácio Favacho. A comissão foi criada a partir do protocolo de mais de seis mil assinaturas colhidas pelo Movimento Mãos Limpas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: