Jornais do Amapá ignoram direitos autorais

Já havia observado, mas, ultimamente, depois que passei a integrar o quadro da comunicação do governo do Estado do Amapá, o que era simples passar de olhos, se tornou uma inquietação. Trata-se da maneira que os jornais locais se apropriam dos textos e fotos dos assessores do Estado, sem sequer citar seus nomes.

Outro dia, em conversa amistosa, tive oportunidade de alertar isso para a jornalista Ziulana Melo do Diário do Amapá, que trouxe na edição desta segunda-feira, matéria relacionada ao reinício das obras do PAC no Amapá, ilustrada com foto de minha autoria e texto do jornalista Elton Tavares. Dá a entender ao leitor que compra o jornal, que há uma equipe escrevendo e fotografando, quando na verdade os veículos se valem do trabalho dos assessores do Estado, deixando suas redações vazias de profissionais que a todo ano são lançados no mercado de trabalho.

Abri essa discussão na hora do café esta manhã e diversos aspectos dessa relação governo versus imprensa, foram ventilados. Colega que prefere não ser identificado por medo de represália, disse que essa relação se deve ao fato de que o governo se beneficia com a divulgação de suas ações e ao mesmo tempo, os jornais deixam de contratar profissionais para realizar o trabalho que chega gratuito e redondo nas redações. E o contraponto? Onde fica? O outro lado, a visão do veículo? Esta última simplesmente não existe, exceto nas colunas de opinião, quando este passa a publicar apenas o que é conveniente aos ouvidos do governante de plantão, para não ferir a relação comercial em detrimento da própria verdade, ou o que se aproxima dela

Mas o pior disso tudo, é que além de fornecer material, que a princípio seria apenas sugestões de pauta, gratuitos, os donos de jornal ainda querem e durante anos logram receber por tais “serviços”.

Outro aspecto seria que vendo seus artigos publicados com o devido crédito, vincularia o assessor ao veículo, dando-lhe ensejo de auferir dividendos, mas aquele que têm seus direitos autorais desrespeitados, pode recorrer a justiça para garanti-los, e agora? Por certo, isso precisa mudar sob pena de nunca passarmos de jornais chapa branca que só publicam releases.

Aí me perguntaram:

–        Tu não publicas as matérias do governo no teu site?

–        Publico sim. Mas com os devidos créditos a quem de direito.

* Chico Terra é Repórter fotográfico DRT 00059/AP

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: