Uma foto para a posteridade

Da fotógrafa Rosa Gauditano – em exposição no Espaço Cultural da Caixa, em Brasília.
Altamira, 1989, I Encontro dos Povos Indígenas do Xingu. Protesto contra Kararaô, hoje Belo Monte.
Euclides Farias trabalhava para o Correio Braziliense/ANDA (Agência Nacional dos Diários Associados – do Chatô) e para a Rádio Cultura do Pará.
O JB, sensacionalista, escreveu na época: “Foi por um triz”. Mas foi só susto nos ignorantes antropológicos. Vê a cara de tranquilidade do Paiakan? Ele sabia que Tuíra não passaria do protesto.
A foto:
Em pé, Paiakan e Euclides Farias, mais ao lado. Sentados diante da furiosa Tuíra: José Antonio Muniz Lopes (diretor da Eletronorte), Fábio Feldmann e, atrás do terçado, de bigode, sempre no fio da navalha, o deputado federal Domingos Juvenil e o prefeito de Altamira, Armindo Denardin.

Deixe uma resposta