Seed anuncia aumento do número de vagas do ProJovem

Programa destina-se a promover a inclusão social dos jovens brasileiros de 18 a 29 anos de idade

A secretária de Estado da Educação (Seed), Miriam Corrêa, informou nesta quinta-feira, 3, o aumento no número de vagas do programa ProJovem Urbano, no Amapá.
De acordo com a Miriam Corrêa, o governo do Estado do Amapá tinha até dezembro do ano passado para se pronunciar a respeito da solicitação quanto a participação dos jovens no programa.

“A gestão passada perdeu o prazo e não se pronunciou a respeito do projeto. Estive em Brasília na tentativa de sensibilizar o governo federal da importância de não ficarmos fora do projeto”, disse a secretária.

Em 2010, o Amapá participou do programa com 1.200 jovens. Já para este ano, houve um aumento no número de vagas. Agora, 2.400 jovens serão contemplados com o programa.

O ProJovem Urbano destina-se a promover a inclusão social dos brasileiros de 18 a 29 anos de idade que, apesar de alfabetizados, não concluíram o ensino fundamental, buscando sua reinserção na escola e no mundo do trabalho, de modo a propiciar-lhes oportunidades de desenvolvimento humano e exercício efetivo da cidadania.

O curso tem duração de 18 meses, oferece formação no ensino fundamental, cursos de iniciação profissional, aulas de informática e auxílio de R$ 100,00 por mês.

Para matricular-se no ProJovem Urbano, é preciso ter entre 18 e 29 anos de idade no ano da matrícula; não ter concluído o ensino fundamental (8ª série) e saber ler e escrever, o que será aferido por meio de um teste de competência, organizado sob responsabilidade da Coordenação Nacional e aplicado no local da matrícula com supervisão do Sistema de Monitoramento e Avaliação.

A Secretaria de Estado da Educação ainda irá divulgar o início e local das inscrições do programa.

Fabíola Gomes
Assessora de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: