Ipem inicia fiscalização em embalagens de farinha e charque

Produtos pesados na ausência do consumidor têm que trazer a indicação do peso e da validade na embalagem

O Instituto de Pesos e Medidas (Ipem/AP) realiza nesta sexta-feira, 11, uma fiscalização no peso e nas informações apresentadas nas embalagens de farinha d`água e charque comercializado em distribuidoras de alimentos, supermercados e feiras populares de Macapá e Santana.
Para realizar os procedimentos com exatidão os fiscais do Ipem recolherão algumas amostras dos produtos pré-medidos, que estejam nas prateleiras dos estabelecimentos já embalados e com indicação de peso para realizar exames no laboratório do Ipem.

Representantes das empresas fabricantes ou embaladoras dos produtos que forem analisados serão convidadas a assistir ao exame, que terá caráter oficial de fiscalização. No caso de reprovação entre o anunciado nas embalagens e o efetivamente encontrado pelo exame as empresas serão autuadas e a partir da data do recebimento oficial dos autos têm dez dias para apresentar as alegações de defesa

Segundo o coordenador técnico operacional do Ipem, Gaudêncio Souza, esse tipo de fiscalização é realizado com frequência em todos os itens da cesta básica. “Os comerciantes que tiveram produtos identificados com erros não serão responsabilizados, caso apresentem as notas fiscais de compras do produto, caso contrário o fornecedor é quem assume a responsabilidade pelo erro”, diz Gaudêncio.

Os produtos pesados na ausência do consumidor têm que trazer a indicação do peso e da validade na embalagem.

Cristiane Mareco
Assessora de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: