O Homem de Nazaré

Sem sombra de dúvidas, o Cristo foi o mais ético, o mais amoroso, o mais decente, o mais caridoso e o mais puro dos homens.

É verdade que houve homens Santos como: Maomé, Buda, Francisco de Assis, Ghandi, Chico Xavier e outros, mais nenhum deles, chegou perto da perfeição e da santidade do Cristo.

Ele, com doze homens rudes, semi-analfabetos, e cheios de imperfeições, conseguiu mudar para melhor o destino da humanidade.

E, desde há mais de dois mil anos, o mundo celebra com festas, o seu nascimento.

Na época de Natal, as pessoas compram presentes para todo o mundo, se preparam para essa noite de gloria as mais deliciosas iguarias, com o que há de melhor em bebidas.

Soltam-se fogos de artifício e se festeja muito.

Só nos esquecemos de um pequeno grande detalhe:

O Homenageado!

Na hora das bebidas, das luxuriosas iguarias, dos doces e do champanha, ninguém se lembra de Jesus.

Quer dizer, se realizam festas memoráveis para comemorar o nascimento de Jesus, mas ninguém convida o aniversariante para participar da festa.

Festeja-se a noite inteira, e o Homenageado esta ausente.

Lembro-me quando era criança, que a minha mãe, na noite de Natal, colocava mais um prato e talheres na mesa e nos dizia que era para Jesus.

Hoje, infelizmente, as pessoas nem se lembram de Jesus na noite do seu aniversário.

A data virou de grande importância para o comércio que multiplica as suas vendas.

 

As pessoas gastam muito dinheiro no Natal, eu tenho certeza que o Cristo ficaria muito mais feliz, se o dinheiro gasto em festas, comidas e presentes, fosse gasto para ajudar a amenizar a vida, dos que nada possuem.

O Cristo tinha um amor muito especial pelos pobres e deserdados, era a eles que Jesus direcionava a sua compaixão e caridade.

É hora de uma pequena e singela reflexão:

Quantas vezes me lembrei de Jesus no Natal passado?

Que vergonha!!!

Mas ele, na sua infinita bondade, já nos perdoou…

O que podemos fazer para agradecer?

Muito simples:

Neste Natal, vamos lembrar-nos de Jesus a toda hora.

Afinal, ele é o dono da festa!

Jesus estará conosco em nossos lares, compartilhando nossa alegria e protegendo nossa família.

Afinal, ele é nosso pai amado!

Ele é nosso Mestre, nosso amigo de todas as horas, nosso irmão que muito nos ama.

Está mais do que na hora de que o Homenageado esteja em todos os lares que festejam seu aniversário!

Aí sim, poderemos sentir que estamos festejando o Natal, homenageando nosso amado Mestre Jesus.

Não importa qual é a sua religião, não interessa qual é a sua crença, nem em quem você tem fé.

Jesus é unanimidade!!!

Todos, adeptos das mais diversas crenças e religiões, tem consciência da grandiosidade de obra de Jesus…

O centro de nossa Macapá, neste ano, não foi ornamentado nem enfeitado como nos anos anteriores (apenas os prédios públicos).

A justificativa é que o governo não tem dinheiro.

Ora, se tivessem deixado 0,001% do dinheiro que dilapidaram  no último pleito eleitoral, Macapá estaria hoje, melhor enfeitada e mais bonita do que Nova York.

O então, a Justiça poderia liberar os cinco milhões do avião que veio de Pernambuco, (que com certeza saíram de nossos bolsos), para enfeitar a cidade e distribuir cestas de natal aos menos favorecidos.

Seria um belíssimo gesto do Judiciário!

Desejo do fundo do meu coração um FELIZ NATAL e um PRÓSPERO 2011 a todo o povo do Amapá, especialmente a todos os confrades do Amapá Busca.

E, parodiando o Senador Randolphe, FÈ NA VIDA, FÉ NO FUTURO, FÉ NO QUE VIRÁ!!!

FÉ EM DEUS!!!

Rubens Caran

Mestre em Turismo – MBA em 3º Setor – Jornalista & Escritor

Deixe uma resposta