Pelo FaceBookII

Washington Caldas no FaceBook
16 de março de 2011 18:37
Parabéns ao Governador Camilo, pelo gesto de amadurecimento político. Todo o povo do Amapá, sabe da importância que tem o Senador Sarney, como autoridade certa para resolver o problema da CEA, com a sua federalização, que aliás, é nesse momento a única saída para se evitar a privatização e a saída em massa de seus funcionários.

  • Alessandro De Sousa Na politica joga-se o jogo…

    há 12 horas ·
  • Chico Terra

    Muito bem. O Senador Sarney que em todos esses anos de mandato que o povo do Amapá lhe concedeu para o representar, se tivesse ficado de braços cruzados, teria ajudado mais o estado que emperrando o progresso com suas jogadas para
    nos relega…r ao atraso. Um estado como o Amapá cuja população que é menor que qualquer favela do RJ tivesse a imensa riqueza mineral empregada em bene
    fício desse povo, seria o estado mais próspero desse país. Mas ao contrário, Sarney entregou garciosamente toda nossa riqueza ao Eike Batista que de bobo não tem nada, vendeu por U$ 5 Bilhões para se tornar o homem mais Rico do Brasil.Ver mais
    há 12 horas via · · 1 pessoaPaulo Amorim curtiu isto.
  • Washington Caldas

    Agora, parabéns à voce Chico Terra, por trazer à tona uma das questões que eu vejo das mais importantes para o desenvolvimento do Amapá, diga-se: políticas minerais, que há mais de 50 anos, os nossos políticos (todos, sem exceção) deixaram …pra tráz. E não é só o Eike Batista que se deu bem aqui no nosso Estado. Existem outras mineradoras e politicos lavrando crandestinamente o nosso minério. Não é possível conceber que o Amapá, rico em minério de ferro, manganês, ouro, diamante, tantalita, urânio, tório, hematita, caulim, granito, britas, areia, seixo e outros -que não me vem à cabeça-, não consiga o desenvolvimento tão esperado. Para o conhecimento de todos: Só para os Municiípios de Vitória e Laranjal do Jarí, a empresa CADAN, deve em torno de R$-40.000.000,00 (quarenta milhões de reais), exigidos apenas nos 5 anos passados. Para Porto Grande e Mazagão, a empresa Vila Nova, alí do Cupixi, deve em torno de R$-20.000.000,00 (vinte milhões de reais). E eu pergunto? E os politicos que exploram as bitas , granito, areia, seixo, etc., devem quanto? Detalhes, a Lei que deveria tratar das politicas minerais, tem que ser Estadual. Ah!. talvez aqui é que resida a razão, para não elaboração de leis que venham definir as políticas minerais em nosso Estado, ou não é?. Enquanto isso, Eike Batista, políticos e outras empresas mineradoras, vão se dando bem, levando o nosso minério. Onde já se viu? Isso é Macapá, Isso é Amapá, Isso é Brasil!Ver mais
    há 6 horas · · 2 pessoasVocê e Paulo Amorim curtiram isso.
  • Chico Terra

    Concordo Washigton. Sua fala inteligente completa meu texto. Creiio que está
    na hora de cobrar dessas autoridades todas, o fim da roubalheira,mas principalmente da impunidade que faz vítimas entre nosso povo todos os dias. Não podemos nos om…itir “assistindo tudo acontecer e ficar na praça dando
    milho aos pombos!”Ver mais
    há 5 horas via ·
  • Paulo Amorim

    Boa noite Chico, boa noite Washington, falas corajosas. Parabéns. Pena que o FB não esteja interconectado com essas “rádios comunitára”. E o Eike, de lambuja, aquele que tem/tinha um Mercedes dos mais caros como enfeite numa das salas da su…a humilde morada, em um evento, doou R$ 12.000.000,00 para a Madonna aplicar em uma ONG: ” Eike Batista assinou um contrato no valor de R$ 12 milhões para a ONG de Madonna e avisou no Twitter”.
    “Assinamos o contrato com a Fundação “SFK” Success for Kids da Madonna! R$ 12milhões para nossas crianças do Brasil!”, escreveu o empresário. A SFK diz que seu objetivo é ensinar crianças carentes
    a buscar um futuro melhor. E com mais “espiritualidade”.
    “SFK prepara para o futuro crianças com pouco futuro; foi fundada por Karen Berg, a porção feminina do casal que comanda o Kabbalah Centre, escola de estudos da cabala com sede em Los Angeles; Madonna é da cabala, é amiga de Karen e é milionária com preocupações sociais. Os pontos se juntaram e deu no que deu – para certo constrangimento dos dirigentes locais da SFK, que, ciosos da seriedade do projeto, fazem de tudo para se desgrudar da cantora. Falando com eles, parece que mal ouviram falar nela”….A cartilha usa e abusa de termos como “luz”, “espiritualidade” e “poderes espirituais”, mas tanto Grant quanto Estela – ambos estudiosos de cabala, braço místico do judaísmo – insistem que não há nada de religião nos cursos. “É verdade que alguns dos nossos temas também são tratados na cabala. Mas toda religião ou filosofia de vida fala desses bons ensinamentos”, diz Grant. Para desvincular o curso de qualquer conotação religiosa, o nome original, Spirituality for Kids (espiritualidade para crianças) foi mudado para Success (sucesso) for Kids.(Fonte:http://veja.abril.com.br/210410/por-dentro-ong-madonna-p-114.shtml). Segundo alguns “blog´s” a ONG estaria na mira do MP.Ver mais
    há 3 horas ·
  • Chico Terra Eu gostaria muito de saber o que se pode fazer para reverter esse apropriação do EB pelo nosso minério, se é que as nosssas maravilhosas Leis, feitas para acobertar os grandes criminosos permite.

    há 3 horas ·
  • Paulo Amorim Xiiii! Depois que a grana cai num “black hole” como esse, e como outros “puraí” eu acho que nem a turma do “Star Trek” com uma “Enterprise” reforçada conseguiria. Os meandros jurídicos brasileiros são terríveis… Quel propor uma “Operação Star Trek”…

    há 2 horas ·
  • Chico Terra Não consigo aceitar entregar o ouro ao bandido sem nenhuma reação…que tristeza 🙁

    há 2 horas ·
  • Paulo Amorim

    O “ouro” mais dolorosamente entregue é aquele que o fazemos, diuturnamente, comprando o pão, o feijão, o arroz, a farinha, roupas, sapatos, somos obrigados a transferir parte do nosso M1 para fora. Poderíamos produzir alguma coisa, sem ser …apenas produtos primários: commodities – minerais, pesqueiras – Pará e outros estados, ambientais (água que é roubada como lastro), o cavaco. Em tese tudo o que consumimos vem de fora. Poderíamos estar produzindo horti-fruti granjeiros no “extinto polo hortifruti grajeiro de Macapá e Santana, um dos componentes daquele antigo “Plano Diretor” elaborado pelo extinto IRDA. Seriam cerca de 20 km2, do marco zero até a Fazendinha. E hoje, no que que a JK, neste percurso se transformou? Em nada. Voce lembra da Granja do Dionísio, produzia bastante leite, era uma experiência bem sucedida. Hoje!!! E a Fazenda Campo Verde? E a Codepa? Tudo se foi. Infelizmente ficou a bubalinocultura concentradora de renda e destruidora do ambiente. Agora temos o assalto a nossa ictiofauna pelso “vizinhos”. O pessoal acha que isso aqui ainda é o estado do Grão Pará. Ontem mesmo quase que ocorre um homicídio em uma UC ao norte, devido à apreensão de um barco que pescava ilegalmente em águas protegidas, infelizmente tinham um tucuxi morto a bordo. A matança continua. Voce sabe, por acaso, como vão as negociações do REED-Amapá, da abordagem dos créditos de carbono? Nunca mais ouvi falar de tais assuntos. Somos um estado gastador de dinheiro que é conseguido a duras penas. O Amapá não é um estado poupador. Exploramos mal o turismo e o turista, nosso grande potencial de apropriação imediata, centrípeta e não centrífuga. O pessoal de fora, Brasil e exterior, tem reclamado muito com as experiências turísticas por aí. Sentam lá no trapiche, deposi daquelas duas horas de caminhada e abrem a boca. É uma choradeira!!!!Ver mais
    há ± 1 hora ·

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: