Cãmara de Macapá nega transferência da obra do Shopping Popular ao Estado

Os vereadores que integram a base de sustentação do prefeito Roberto Góes (PDT), na Câmara Municipal de Macapá, rejeitaram ontem, 17, um requerimento de autoria do vereador Washington Picanço. Na proposta, o vereador solicitava que a Prefeitura repasse para o Governo do Estado a obra do Shppping Popular.
A obra avança em passos de tartaruga e já foi paralisada por várias vezes por falta de recursos. A Prefeitura alega que não tem dinheiro para tocar o empreendimento, orçado em R$ 6,3 milhões. A intenção do Governo é assumir, tocar a obra e concluí-la. O Shopping Popular vai abrigar os empreendedores populares que atuavam na venda de produtos e alimentos no centro de Macapá.

A Prefeitura de Macapá montou uma tenda improvisada na Avenida Antônio Coelho de Carvalho, Centro, entre as Ruas Tiradentes e São José para acomodar de forma improvisada e temporária os vendedores ambulantes e camelôs. O problema é que a demora na conclusão do Shopping Popular faz com que os empreendedores fiquem “permanentes” no local. Um convênio chegou a ser assinado na gestão anterior entre o Estado e a Prefeitura para a transferência de recursos para o Shopping Popular.

Um comentário em “Cãmara de Macapá nega transferência da obra do Shopping Popular ao Estado

  • março 19, 2011 em 10:21 pm
    Permalink

    Essas e outras obras são marca registrada do governo PDT e dos Góes, infelizmente seremos obrigados a acompanhar mais uma das chamadas histórias sem fim envolvendo dinheiro público e má gestão de nossos administradores incompetentes. Isso tudo até faz com que (pasmem) fiquemos com saudades do velho comandante Barcelinhos com aquela máxima de que “ele rouba mas faz”. Vixe maria, cruz credo.. eu hein??

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: