Mais de 40 escolas estaduais têm obras retomadas pela Seinf

Irregularidades nas licitações e falta de recursos levaram o governo estadual a refazer os processos

A Secretaria de Estado da Infra-estrutura (Seinf) anuncia a retomada das obras de 46 escolas que estavam paralisadas desde o governo passado. Quando assumiu a pasta, o secretário Joel Banha reuniu-se com os técnicos da secretaria e solicitou uma reavaliação nos processos das obras em todo o Estado.
O resultado foi nada agradável. A maioria delas apresentava falhas no processo licitatório e até superfaturamento. Com a conclusão do trabalho e as devidas correções, a secretaria sentou-se com representantes da Caixa Econômica Federal (CEF) e decidiu retomar os trabalhos.

\”Nós não queremos cometer o mesmo erro do passado quando a preocupação era apenas de fazer a obra sem qualquer tipo de planejamento. De 2010 para 2011, a situação foi de total irresponsabilidade. Se demolia uma escola sem antes saber para onde a comunidade escolar seria alojada. Isso será revisto a partir de agora”, acrescentou Joel Banha.

Obras de duas escolas terão que aguardar um tempo a mais, para que seja feita uma nova revisão do projeto. Uma delas, a Escola Estadual Gonçalves Dias no Buritizal (em frente ao Conjunto Hospital de Base) foi demolida totalmente e o governo do Estado está alocando recursos para a construção de um novo prédio no lugar. Outro que ainda terá que aguardar será o Centro de Educação Profissional de Música Walkíria Lima, localizado ao lado da Praça da Bandeira, no centro de Macapá.

“É uma orientação do governador que todas as obras tenham seu orçamento revisto. Até pelo fato de algumas serem desnecessárias. Um exemplo disso é a Escola Antonio Pontes (ex-Integrada) onde estava prevista a colocação de telha de barro sendo que a pouco tempo a escola passou por reforma no telhado. Isso é jogar dinheiro fora. Portanto, essa obra não será realizada”, ponderou o secretário.

Depois da visita do próprio governador acompanhado de técnicos da Seinf e Secretaria do Estado da Educação (Seed), algumas empreiteiras já marcaram data para a entrega das obras. A Escola Estadual Augusto Antunes em Santana será uma das primeiras a serem inauguradas pelo governo estadual.

“Pela data estipulada pelo empreiteiro é bem provável que a escola seja entregue no próximo semestre à Secretaria de Educação. E já que o governo está atualizando o pagamento das empresas, a Seinf vai começar a cobrar prazo para a entrega das obras que estão em andamento, inclusive com punição”, finalizou.

José Maria
Assessor de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe uma resposta