Sarney defende Palocci e afirma que oposição cumpre seu papel de criticar

Em entrevista nesta manhã, o presidente Sarney afirmou que do ponto de vista ético o ministro-chefe da Casa Civil, Antônio Palocci, está submetido ao Conselho de Ética do Poder Executivo que já resolveu o assunto das críticas sobre os rendimentos de Palocci com suas atividades profissionais depois de exercer o cargo de ministro da Fazenda.
Sarney observou que já existem leis sobre quarentena para pessoas que exercem cargos públicos e que proíbem o que se pode caracterizar como tráfico de influência. Sobre se Palocci deve atender pedidos da oposição para prestar esclarecimentos, Sarney afirmou que é uma opção pessoal do ministro.

“Ele é um homem extremamente competente, um grande expositor, adquiriu grande visibilidade nacional e internacional. Por isso, foi convidado para fazer palestras, conferências, participar de seminários e emitir pareceres sobre assuntos econômicos”, comentou Sarney. “O ministro Palocci não fez nada mais do que todos os outros que têm exercido cargos públicos na área econômica e depois têm exercido atividades na iniciativa privada”.

Na opinião de Sarney, a crítica da oposição ao ministro-chefe da Casa Civil, Antônio Palocci, “É uma coisa normal da democracia”. O senador observou que a oposição está cumprindo o seu papel de contestar e de procurar levantar problemas sobre os assuntos do Governo.

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: