Setap vai entrar com nova ação de tutela antecipara para garantir

O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap), empresário Décio de Melo declarou à mprensa nesta quarta-feira, 18, que a entidade não abre mão do reajuste de R4 2,57, pleiteado na Justiça.

O Setap alega que o reajuste para R$ 2,20 e posteriormente para R$ 2,40 não contempla os reais custos do sistema. Décio de Melo argumenta que já decorreu quase três anos desde o ultimo reajuste tarifário e afirma que os empresários entrarão com novo pedido de tutela antecipada para garantir um reajuste mínimo de R$ 2,50 até que seja julgado o mérito da ação.

O juiz Ailton Marcelo Mota Vidal marcou para novembro a próxima audiência de instrução. O Setap acredita que nessa audiência será referendado o valor de R$ 2,57 ou maior já que terão decorridos 20 meses desde o inicio do processo, protocolado em março de 2010.
Ellen Paula
Assessoria/SETAP

Deixe uma resposta