Vereadores não vão trabalhar e votação sobre vagas é adiada

A tão esperada votação da emenda à Lei Orgânica de Macapá sobre o aumento do número de vereadores, prevista para esta quinta-feira, 17/05, não ocorreu por falta de quorum e foi remarcada para o dia 22, terça-feira da semana que vem.

Dos 16 (dezesseis) vereadores eleitos e pagos com o dinheiro público, somente 4 (quatro) compareceram à sessão. Grilo, Washington, Nelson e Marcelo Dias, marcaram presença no plenário porém nada puderam fazer, pois não havia vereadores suficientes para iniciar os trabalhos legislativos.

Dentre os assuntos importantes a serem discutidos estava a proposta de emenda à Lei Orgânica 03/12, de autoria dos vereadores Gian Do Nae e Acácio Favacho, que pretende aumentar o número de vereadores de 16 para 23. Tal proposta está sendo rechaçada pela sociedade, que através da mobilização social coletou mais de 2000 mil assinaturas contra o aumento.

A Transparência Amapá, o Movimento Mãos Limpas e várias organizações sociais estiveram por 3 semanas coletando assinaturas em diversos pontos de Macapá. A receptividade da população ao abaixo-assinado contrário ao aumento foi enorme. Mesmo após o período de coleta muitos macapaenses continuaram procurando as organizações para colocar suas assinaturas e expressar sua indignação ao posicionamento do legislativo mirim.

As organizações aproveitaram a manhã para protocolar no gabinete de cada vereador cópia das assinaturas entregues à Mesa Diretora. Em alguns não foi possível pois sequer havia funcionários para atender a organização.

http://transparenciaap.blogspot.com.br/2012/05/vereadores-nao-vao-trabalhar-e-votacao.html

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: