Segundo terremoto em um mês mata ao menos 15 na Itália

Um terremoto de magnitude 5,8 atingiu o norte da Itália nesta terça-feira deixando ao menos 15 mortos e outras vítimas presas nos escombros.

O tremor, cujo epicentro foi registrado a 40 quilômetros da cidade de Bolonha, foi registrado apenas dez dias depois de um primeiro terremoto de magnitude 6, que deixou ao menos sete mortos.

Relatos indicam que o tremor desta terça chegou a ser sentido em Veneza e até na fronteira entre a Itália e a Áustria.

Cerca de 7 mil pessoas já estavam morando em barracas na região, por causa do primeiro terremoto.

O primeiro-ministro italiano, Mario Monti, prometeu que o governo fará o que puder para ajudar as vítimas.

“Gostaria de assegurar a todos que o Estado italiano fará tudo que deve fazer e tem condições de fazer no menor tempo possível para garantir um retorno à vida normal nesta região, que é tão especial, tão importante e tão produtiva para a Itália”, disse.

Um amistoso entre as seleções da Itália e Luxemburgo próximo ao início da Eurocopa, marcado para esta terça-feira na cidade de Parma, foi cancelado.

O tremor de 20 de maio destruiu muitos prédios históricos, e foi o pior registrado no país desde o terremoto de L”Aquila, em 2009, que deixou cerca de 300 mortos.

Terra

Deixe uma resposta