Amazônia, Brasil, Crônica.com, Cultura

O menino e o poeta

Euclides Farias

Danilo, com 5 anos, e Compay Segundo, 95, nunca se conheceram. De Belém a Havana, afinal, vai uma distância abissal. No entanto, o imponderável existe para tornar real o fantástico: o Buena Vista Social Club, do diretor de cinema alemão WimWenders, aproximou o menino do lendário músico cubano, unilateralmente é verdade. O suíngue de Chan-chan, que abre o musical produzido em 1998 pelo guitarrista americano Ray Cooder, é son suficientemente irresistível para pregar Danilo ao DVD e de lá só liberá-lo com a descida da ficha técnica do show no Carneggie Hall, de Nova York.

A notícia da morte de Máximo Francisco Repilado Muñoz, o nome de batismo de Compay, na noite de ontem (13), em Havana, chegou serena para Danilo. Avisado da partida do ídolo, lastimou de uma forma surpreendentemente natural: “Papai, põe o DVD pra mim!”. Depois, a pergunta: “Quem vai substituir ele no Buena Vista?         E, em seguida, suprema e doce resignação: “Ainda bem que ainda tem o Ibrahim Ferrer”. Companheiro de Compay na vida, em discos e no filme, Ferrer é outra lenda viva da música cubana.

O lamento do menino, que acaba de fazer 5 anos, expressa bem a dimensão da genialidade na produção do músico cubano, capaz de sensibilizar seguidas gerações, dos anos 20 aos 50 – e agora, depois do lançamento de Buena Vista em CD, em 96, predecessor do documentário homônimo de Cooder e Wenders. Nos últimos sete anos, Compay vinha se apresentando para milhões de espectadores nas mais prestigiosas casas de espetáculo do mundo, como o próprio Carneggie Hall. O derradeiro show foi no México, em fevereiro deste ano.

Durante a redação da crônica, Danilo brinca ao redor do computador e, num vaivém interminável e ansioso, cobra de vez a conclusão do texto. Assiste pela enésima vez o filme, comenta a performance de Compay, Ferrer, Eliades Uchoa, Barbarito Torres, Omara Portuondo, Pio Leyva, Puntillita, Amadito Valdez & Cia, cantarola algumas canções e, enigmático, sentencia sobre Compay: “Nem parece que ele morreu”. Mesmo sem saber das complicadas teorias existenciais sobre vida terrena e obra imortal, está coberto de razão.

Sobre Chico Terra

Este site é independente e sobrevive de pequenos anúncios e doações. Deposite qualquer quantia na conta Banco do Brasil AG2508-8 CC38020-2 e colabore para a manutenção deste espaço independente da cultura e informação da Amazônia.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Parceiro

Relaxando corpo e mente

Lançamento

Música da semana

Instagram do Chico Terra

Toca Amazônia agora na tv web
Via CHICOTERRA.COM Flagra de pura ternura. Faculdade Immes ganhou uma especialista que vai repassar conhecimento aos futuros assistentes sociais do Amapá. Parabéns professora! Viva Rebecca! No bar do Nego. Live!

Estatísticas

  • 934,771 visitas únicas desde 23/04/2012
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 12.330 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: