Curtas Gaúchos são premiados no Festival de Cinema

Vencedores foram conhecidos na noite de domingo

Da Redação

Foto: Edison Vara/Divulgação

Gramado  – Os primeiros vencedores do 40º Festival de Cinema foram conhecidos na noite de domingo, dia 12. Em cerimônia realizada no Palácio dos Festivais, o público conheceu os vencedores da Mostra Gaúcha – Prêmio Assembleia Legislativa. O melhor curta foi Elefante na Sala, que também levou o prêmio de melhor roteiro. Garry, Casa Afogada e Fez a Barba e o Choro também foram destaques da premiação.

Antes da entrega dos prêmios, foram realizadas três homenagens especiais. A primeira foi para o professor, diretor, ator e produtor Sérgio Silva – que não esteve presente devido a problemas de saúde.

Hiron Cardoso Goidanich, o Goida, também recebeu homenagem na cerimônia. A presidente da ACCIRS, Mônica Kanitz, foi quem entregou a placa ao homenageado. Emocionado, ele subiu ao palco e, citando nomes como P.F. Gastal, agradeceu a todos que fizeram o Festival de Cinema de Gramado: “Se eu fosse falar o nome de todos que ajudaram a dar dignidade e encanto a esse Festival, ficaria aqui até de manhã. De certa maneira, não estaria aqui se não fosse todos vocês!”.

Conheça os vencedores da Mostra Gaúcha – Prêmio Assembleia Legislativa

MELHOR PRODUTOR EXECUTIVO: Cinematográfica Pata Negra Ltda – Gilson Vargas e Beto Picasso (Casa Afogada)

MELHOR EDIÇÃO DE SOM: Gabriela Bervian (Casa Afogada)

MELHOR MÚSICA: Bunker Studio (Fez a Barba e o Choro)

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE: Iara Noemi e Gilka Vargas (Casa Afogada)

MELHOR MONTAGEM: Bruno Carboni (Garry), representado por Richard Tavares

MELHOR FOTOGRAFIA: Bruno Polidoro (Fez a Barba e o Choro)

MELHOR ROTEIRO: Guilherme Petry e Samir Arrage (Elefante na Sala)

MELHOR DIRETOR: Richard Tavares e Bruno Carboni (Garry)

PRÊMIO EXIBIÇÃO CURTAS GAÚCHAS: Garry, de Richard Tavares e Bruno Carboni

MELHOR ATRIZ: Fernanda Carvalho Leite (Lobos), representada por Emiliano Cunha

MELHOR ATOR: Guto Zuster (24 Horas com Carolina), representado por Eduardo Wannmacher

MELHOR FILME: Elefante na Sala, de Guilherme Petr

Diáario de Canoas

Deixe uma resposta