Justiça Eleitoral quer que Roberto Góes explique venda de lotes urbanos aos Borges por preços irrisórios

O juiz Eleitoral da 10ª Zona, José Luciano de Assis, determinou nesta quarta-feira, 27, que seja requerido junto à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional, dos originais dos procedimentos administrativos nº 2267/2009, 2332/2009, 0830/2009, dos quais foram emitidos os títulos de domínio nº 10.171, 10.174, 10.172, 10.175, 10.170 e 10.169, para extração de cópias e respectiva autenticação.

Além disso, requereu também, junto à mesma secretaria para que, no prazo de cinco dias, apresente documentos de pagamento dos preços cobrados pela alienação dos imóveis mencionados, bem como informe sobre quais instituições bancárias oficiais ou privadas responsáveis pelo recebimento de valores objeto de alienações de imóveis, a fim possibilitar a requisição de informações junto a elas.

Foram notificados também Gilvam Borges, Reginaldo Pinheiro Borges, Maria Geodeth Pinheiro Borges, Antonio de Pádua Pires Borges, Beija-Flor Rádio Difusão LTDA (por seu representante) e Uirapuru Radiodifusão LTDA (por seu representante), para que depositem, no prazo de defesa, documentos comprobatórios de pagamento dos valores mencionados nos respectivos títulos de domínio.

A história

O Grupo Beija-Flor de Rádiofusão LTDA, de propriedade da família Borges, onde funciona a TV Tucujú, Rádio Antena 1 (102,9FM), TV Tarumã, e abriga diversos programas televisivos locais, pagou em agosto deste ano, por um lote localizado privilegiadamente na avenida Domingos Amorim, bairro Novo Buritizal, a importância de R$ 7.200,00.

Além do Grupo Beija-Flor, outra empresa também pertencente aos Borges, a Uirapuru Radiodifusão Ltda, também, adquiriu um lote em área privilegiada, na Avenida Inspetor Orlando Dias, bairro Universidade, também pelo valor de R$ 7.200,00.

Na verdade, a família Borges aproveitou a oferta oferecida pelo prefeito Roberto Góes e regularizou vários lotes: Maria Goreth Pinheiro Borges, Antonio de Pádua Pires Borges e Reginaldo Pinheiro Borges. Tudo feito entre junho e agosto deste ano. Um verdadeiro “negócio” de “pai para filho”.

A teia de generosidade, como dito anteriormente, não se limitou apenas a distribuir para as empresas do ex-senador da república, Gilvam Borges, também distribuiu lotes ao irmão de Gilvam Borges, o senhor Reginaldo Pinheiro Borges, o qual teria pago por dois lotes na Avenida Domingos Amorim, o valor de R$ 8.640,00 e R$ 34.560,00 respectivamente.

Ricardo Santos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: