Carta da juventude católica de Macapa manifesta apoio a medidas do governo em seu favor

CARTA DA JUVENTUDE CATÓLICA DA DIOCESE DE MACAPÁ

Macapá-AP, 17 de outubro de 2012

Às Autoridades Públicas do Estado do Amapá,

A Juventude Católica da Diocese de Macapá, vem, por meio desta carta, dirigir-se a Vós, Autoridades Públicas do Estado do Amapá, com a finalidade de manifestar o seu total e incondicional apoio para a realização de medidas em favor da juventude amapaense.

A Constituição Federal de 1988 assegura a todos os brasileiros, o pleno desenvolvimento físico, psicológico, afetivo, espiritual, cultural e social. É em vista à concretização de tais valores que se baseia essa manifestação.

A juventude amapaense sofre atualmente com diversos ataques ao seu desenvolvimento, sendo vítima dos mais diversos tipos de violência, que acabam por lhes tirar os meios de exercer tudo o que lhe é próprio, sua alegria, entusiasmo e força, fatores que compõe sua natureza jovial.

Se lhe dermos as condições apropriadas, certamente veremos no Amapá, jovens expressivos, criativos, capazes de dar respostas aos problemas da sociedade, sem deixar em nada a desejar para os grandes nomes da humanidade que provocaram mudanças no seu meio, trazendo luz e esperança ao mundo.

Para se chegar a tal objetivo, é necessária uma ação conjunta, uma ação em rede, na qual as diversas expressões da sociedade estejam unidas em prol do jovem. Isso somente é possível se respeitarmos as nossas diferenças e o papel singular de cada um, fazendo da diversidade um ponto de base para a construção plena do que o Beato João Paulo II chamou de Civilização do Amor. Civilização essa que é plenamente realizável em nosso meio Tucuju.

Estamos certos que, se vós aderirdes a esse plano ousado e entusiasta de confiar e investir mais na juventude, o vosso trabalho será honrado e lembrado pelas próximas gerações. Cada nova realização presente e futura trará consigo os vossos nomes e esforços estampados na história desse Estado. Trará a todos o que tanto procuramos: a realização pessoal de fazer a diferença, de não ser só mais um no meio da multidão; só mais um que passou pela vida, cedendo à correnteza que insiste em nos levar pelos caminhos da corrupção e do desinteresse pelo bem do povo.

Reforçamos que se tomarmos essa decisão pela juventude, tempos melhores estarão por vir e, com a graça de Deus, experimentaremos os frutos dessa escolha.

Toda a juventude amapaense conta convosco e, da mesma forma, nos colocamos à disposição para ajudar-vos no que for necessário para atingir essa meta.

Cordialmente,

JOVENS DA DIOCESE DE MACAPÁ

– por ocasião da visitação dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude em Macapá-

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: