Thor Batista tem pedido de liberação da carteira de motorista negado

Foto: AE

RIO – A Justiça negou, nesta quinta-feira, a liberação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do estudante Thor Batista, filho do empresário Eike Batista. O rapaz de 21 anos perdeu o direito de dirigir por ter atropelado e matado, em março, o ciclista Wanderson Pereira Santos. O advogado de defesa de Thor, Celso Vilard, disse que vai analisar a decisão para definir as ações que serão tomadas. A decisão cabe recurso. O julgamento foi realizado na 5ª Câmara Criminal, a pedido do advogado de Thor, Márcio Thomaz Bastos. O Ministério Público já havia opinado contra. O filho de Eike Batista chegou a recuperar o direito de dirigir após uma decisão da Justiça, em segunda instância, depois de passar por aulas de reciclagem, realizar fazer uma nova prova e ter sido multado.

No dia 17 de março, Thor voltava de Petrópolis quando atropelou Wanderson Pereira dos Santos, que atravessava a pista sentido Rio da Rodovia Washington Luís (BR-040), próximo a Xerém. A vítima estava empurrando uma bicicleta. Thor dirigia um Mercedes SLR McLaren prata, placa EIK-0063, acompanhado de um amigo. O filho de Eike tinha 51 pontos na carteira, acumulados nos 18 meses anteriores.

Em maio, Thor foi indiciado por homicídio culposo. Laudo da perícia feita durante a investigação concluiu que o estudante dirigia a 135 km/h, no momento do acidente, enquanto a velocidade máxima permitida na via é de 110 km/h. Os advogados de Thor contestaram o laudo da perícia e afirmaram que, segundo um laudo particular, o carro trafegava entre 87,1 km/h e 104,4 km/h. O caso foi investigado pela 61ª DP (Xerém).

Thor e o ciclista foram considerados responsáveis pelo acidente. Segundo o inquérito sobre o caso, ele dirigia de maneira imprudente. Mas a vítima, segundo exames realizados pela perícia, estava alcoolizada. Logo após o acidente, Thor se submeteu ao teste do bafômetro, que não indicou consumo de álcool pelo jovem.

No dia 17 de setembro, o conselho de administração da EBX Brasil S/A aprovou a eleição de Thor como diretor da empresa, um dos veículos de investimento da holding EBX. A EBX S/A não possui investimentos nas companhias de capital aberto do Grupo EBX (OGX, OSX, MPX, MMX, LLX e CCX) e limita-se a investir em empresas de capital fechado. Thor foi eleito pelo conselho como diretor sem designação específica, de acordo com ata da reunião.
Agência O Globo

Deixe uma resposta