Festival Quebramar inicia sua programação com debate transmitido ao vivo

Na sua quinta edição, o Festival Quebramar se tornou um dos maiores festivais de artes integradas da Região Norte e tem movimentado a cena cultural no Amapá agregando diversas linguagens em sua programação, que extende-se até o dia 16 (domingo) com oficinas, perfomances teatrais, palestras, mesas redondas, desconferências, transmissões ao vivo e apresentações musicais.

O Festival Quebramar 2012 iniciou suas atividades na última segunda-feira, 10, com o debate intitulado “Cultura no Amapá em 2013”, transmitido ao vivo pela plataforma PósTv.

O encontro contou com a presença do secretário do Conselho de Cultura do Amapá,Josimar Barros; professor, filósofo, poeta e gestor da frente Fora do Eixo Letras do Amapá, Herbert Emanuel; presidente do Conselho de Cultura do Amapá e um dos gestores da Casa Fora do Eixo Amazônia, Otto Ramos; secretário de Políticas para Juventude, Alex de Nazaré e; o representante do Coletivo de Artistas, Produtores e Técnicos em Teatro do Amapá (CAPTTA), Cláudio Silva.

“Não que o estado seja tutelar, o poder é que é tutelar! O poder dos pais sobre os filhos é tutelar, o poder dos professores sobre os estudantes é tutelar!”, destacou o escritor chileno Leo Lobos, defendendo a ideia de que o artista tem o poder de escolha.

Ainda dentro das provocações do debate, o secretário de Políticas para a Juventude, Alex Nazaré acrescentou que “ainda estamos muito enraizados pelo paternalismo estatal, que aprisiona o artista dentro de uma perspectiva de dependência”.

O presidente do Consec- AP destacou uma nova perspectiva para a cultura no Amapá. “Hoje perceber-se que existe uma dimensão universal da cultura amapaense, o que indica uma profunda evolução no entender sobre o fazer cultural”, finalizou.

O público também prestigiou a exposição do Núcleo de Fotografia Contemporânea (NUFOC), intitulada “Ver:Ler:Ver”, que permanecerá durante todo o festival no Centro de Difusão Cultural Azevedo Picanço, localizado na Avenida FAB.

V Edição Festival Quebramar

Realizado pela primeira vez em 2008, o Festival Quebramarvem acompanhando os novos rumos da música brasileira e o destaque de artistas da Região Norte em grandes meios de comunicação culturais no país e de produtores fora dele.

O aquecimento desse cenário é resultado da consolidação de um circuito de grandes festivais na região e, em sua quinta edição mantém o compromisso de trazer ao Amapá as principais discussões sobre a cadeia produtiva cultural do Brasil e do mundo.

O Festival Quebramar 2012 é apresentado pelo Governo do Estado do Amapá, com realização da Casa Fora do Eixo Amapá, Casa Fora do Eixo Amazônia, Universidade Livre Fora do Eixo e Circuito Fora do Eixo. Integrado ao Circuito Amazônico de Festivais Independentes e Rede Brasil de Festivais Independentes. Patrocínio Cultural Hotel IBIS, com o apoio da Biblioteca Elcy Lacerda, Centro de Cultura Franco Amapaense, Museu Sacaca, Universidade Estadual do Amapá, Você Telecom, Fundação Nacional de Artes (Funarte), Ministério da Cultura e Governo Federal.

Programação desta terça-feira (11/12)

8h16h – Tour Ambiental Nós Ambiente

8h às 120h

Centro Franco-Amapaense: Oficina de Teatro “Breves Cenas”, com Hudson Andrade (PA)


14h às 18h – UEAP "Oficina “O Gesto na narrativa Oral – Jiddu Saldanha



16h – Biblioteca Elcy Lacerda: Observatório: Gestão de Espaços Culturais e Organização de Feira de livros – Pedro Jr. da Fontoura (RS) e Leo Lobos (CHL)




19h Casa Fora do Eixo Amapá: Baile Hip Hop com Coletivo Insurgência

Deixe uma resposta