Sobe para 21 o número de mortos pelas chuvas na região serrana do RJ

Ao menos 11 pessoas ainda estão desaparecidas. Chuva constante e demoronamentos dificultam trabalho dos bombeiros.

Reprodução G1
Reprodução G1

Subiu para 21 o número de mortos por causa da chuva na região serrana do Rio de Janeiro. Há relatos de moradores que tentam salvar parentes, amigos e vizinhos na hora do deslizamento, mas também acabam soterrados.

No bairro Espírito Santo, em Petrópolis, os bombeiros concentram os trabalhos de busca no local onde cinco casas foram destruídas. Onze pessoas que moravam na área estão desaparecidas, entre elas seis crianças.

As equipes de resgate usam cães farejadores e jatos de água para remover a lama e os escombros. O trabalho deles é muito difícil. Durante a madrugada, a sirene tocou alertando para o risco de novos deslizamentos.

Apesar do barulho assustador, alguns moradores resistiam a deixar os locais de risco. Hoje cedo, porém, muitos moradores decidiram ir embora com medo do que pode acontecer. “A maioria está na escola e tem gente na casa de parente, porque não tem como ficar lá. A parte de cima está toda cedendo”, lamenta uma das desabrigadas, Rosana Tavares.

Segundo a Defesa Civil, pelo menos dez áreas ainda são consideradas de risco na região. “A chuva permanece no dia de hoje fraca e isso agrava a instabilidade do terreno. Por isso, ainda estamos em alerta máximo. É preciso que essas pessoas obedeçam as recomendações e fiquem fora de suas casa neste período que ainda é crítico”, orienta Sérgio Simões, da Defesa Civil.

G1

Deixe uma resposta