Aves da Amazônia: fotógrafo cria pôster com 74 pássaros da região

A paixão por aves motivou Renato Rizzaro e sua esposa, Gabriela Giovanka, a se dedicar a captar imagens únicas de pássaros em diversos biomas brasileiros

Gabriela em contato com com crianças da tribo Suruí. Foto: Renato Rizzaro
Gabriela em contato com com crianças da tribo Suruí. Foto: Renato Rizzaro

A paixão e o respeito pela natureza são algo que vem de berço para Renato Rizzaro. E talvez o maior ensinamento que a mãe repassou a ele tenha sido  o amor pelas aves. Essa paixão o motivou a deixar o trabalho na área publicitária para se dedicar a captar imagens únicas de pássaros em diversos biomas brasileiros. Sua última expedição foi na Amazônia, no segundo semestre do ano de 2012, o que resultou na criação de um pôster (recém-lançado) com 74 espécies de pássaros da região.

Com sua Toyota Bandeirante, ele e a sua esposa, Gabriela Giovanka, percorreram 13 mil quilômetros em 80 dias, indo pela margem direita do Rio Tapajós, passando por Itaituba (PA), Santarém (PA), Manaus (AM), Presidente Figueiredo (AM), Parque Nacional do Viruá em Roraima (RR), entre outros.

“Depois voltamos, passamos novamente por Manaus, pegamos uma balsa para o Careiro e seguimos pela BR 319 (risos)”, contou Renato Rizzaro, que é fotógrafo profissional, natural de São Paulo, radicado em Santa Catarina, onde é proprietário da Reserva Rio das Furnas, primeira Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) da região, desde 2002.

“Percorremos 80 quilômetros em primeira marcha. A BR 319 é um lugar onde todo manauara deveria conhecer, porque é muito bonito, mas ermo”, completou.

Tarefa

Fotografar as aves da região era é um sonho antigo de Rizzaro, que ficou encantado com o tamanho das árvores, os rios e com a hospitalidade da população do Amazonas. Contudo, fotografar os pássaros foi uma tarefa árdua, pois muitos são pequenos e difíceis de ver por conta dos locais escuros da mata.

“É difícil escolher os favoritos, mas há os raríssimos. O galo-da-serra, em Presidente Figueiredo, o arapaçu-de-bico-comprido no Rio Branco. Praticamente todos de Itaituba (PA), do Parque Nacional da Amazônia. O que deu mais trabalho e prazer foi o uirapuru, com o seu canto maravilhoso. Ele não sai de dentro da floresta”, disse Rizzaro, elegendo um dos mais difíceis de captar uma boa imagem. Essa é a terceira expedição que o casal realiza. Em 2009, passaram pela Mata Atlântica e, em 2010, pelo Pantanal.

Material 

O pôster – que inclui a descrição da família da ave, nome popular em português e em inglês, nome científico e o tamanho de cada pássaro – foi construído com a ajuda do ornitólogo Vítor Piacentini, da USP (Universidade de São Paulo) e tem apoio da ONG SPVS (Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental). O cartaz dos biomas tem dimensões de 50 x 70 cm, é impresso em papel couchê 250 gramas e tem aplicação de laminação fosca na parte frontal.

Palestra 

Além das fotos, a dupla realiza, com as crianças dos locais onde visita, a atividade “Roda dos passarinhos”, onde conversa, toca sons e mostra fotos dos pássaros.

“Brincamos com a história de que da floresta tiramos muita coisa. Cada roda nunca é igual à outra. Aprendemos muito com a diversidade da natureza e também com as crianças”. disse. A próxima aventura será em  2014, passando pelo cerrado, caatinga e pampas.

Pedidos

Este ano, Rizzaro e Gabriela irão coletar recursos para a próxima viagem. A ideia é que a dupla registre os seis biomas do Brasil – até agora já passaram por três. O  custo do pôster é de R$ 34,90. A venda colabora com as futuras viagens do casal. Os pedidos podem ser feitos pelo e-mail reserva@riodasfurnas.org.br.

A Crítica

2 comentários em “Aves da Amazônia: fotógrafo cria pôster com 74 pássaros da região

  • setembro 19, 2013 em 9:38 am
    Permalink

    Muito obrigado amigos pela apresentação de nosso trabalho em seu site. Abração aos amigos! Renato Rizzaro

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: