Movimento estudantil, drogas e maioridade penal são temas da semana da juventude na Ueap

Representantes do movimento estudantil organizado e de grupos sociais nacionais abrirão a programação desta quinta-feira, 15, na Universidade do Estado do Amapá(Ueap) da I Semana Estadual da Juventude.

A palestra inicia às 9h30 sobre Movimento Estudantil e seus Novos Desafios, proferida pela presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Virgínia Barros. Eleita este ano, a estudante da USP é a quinta mulher a ocupar o cargo em 75 anos de atividades da entidade . A UNE representa 7 milhões de universitários brasileiros, com representações em todo o território nacional, e no Amapá é representada pela acadêmica do curso de Filosofia da Ueap, Iane Almeida.

Entre as bandeiras de luta da entidade, destacam-se o combate à desnacionalização do ensino privado no País, a ampliação da mobilização pela destinação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação, o que pode ser garantido com a aprovação do Plano Nacional de Educação (PNE), e a destinação de 100% dos royalties do petróleo e 50% do Fundo Social do Pré-Sal para investimentos na área educacional.

Nesta quarta-feira, após uma série de negociações, ficou definido que a Câmara votará, na noite desta quarta-feira, a proposta que garante o investimento na educação e na saúde com recursos de 50% do fundo social. Depois da sanção presidencial, o governo vai propor um novo projeto que definirá o destino dos rendimentos dos recursos do fundo aos setores.

A palestra do ex-conselheiro do Conselho Estadual de Política sobre Drogas de Pernambuco (CEPAD), Flávio Campos Neto ocorre após o credenciamento das pessoas. Flávio Campos em 2011 assinou carta aberta sobre políticas de drogas no Brasil, juntamente com estudantes, professores e pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento, profissionais da saúde, assistência social, educação, operadores do Direito, gestores públicos e ativistas.

Na carta, são defendidas políticas públicas, a partir de compromissos com os Direitos Humanos e a promoção da cidadania para pessoas que usam drogas.O CEPAD busca o fortalecimento e integração das ações de saúde, educação, trabalho, justiça, assistência social, comunicação, cultura edefesa social, no âmbito governamental e não governamental, destinadas à prevenção e enfrentamento dos problemas decorrentes do uso de drogas lícitas e ilícitas.

À noite, a partir das 18h30, será a vez de jovens – e adultos – protagonizarem ideias e definições à luz do Direito sobre o tema Maioridade Penal. Estão convidados para debater o assunto, o secretário de Estado da Juventude, Alex Nazaré, a presidente da UNE, Virgínia Barros, professores e cientistas políticos da área e representantes da Vara da Infância e Adolescência.

A participação nos eventos da I Semana Estadual da Juventude é gratuita e se estenderá até o dia 17. Veja a programação.

Keila Gibson/Ueap

Deixe uma resposta