Concertos de Verão reinicia com Amazon Music e dança

O projeto Concertos de Verão, da Confraria Tucuju, reiniciou sexta, 16, no Largo dos Inocentes. Foi a retomada de uma programação cultural que acontece desde 2008, sempre de agosto a novembro, quando as chuvas são menos intensas. Na estreia, o Quinteto Amazon Music e a Cia de Dança Princesa Isabel, que empolgaram o público com o repertório instrumental e a cadência dos dançarinos. A presidente da Confraria, Telma Duarte, garante que as sextas-feiras de verão em Macapá, serão de cultura, valorização de artistas e o Largo será o ponto de encontro.
O projeto foi criado para dar oportunidade para que instrumentistas divulguem seus trabalhos para um público eclético. O trabalho de formação de plateia foi feito para garantir que o espaço fosse ocupado por uma variedade de pessoas que formulam conceitos de acordo com suas características. “Os concertos são ao ar livre, e isso aproxima o público, além dos instrumentistas, temos as apresentações de grupos de dança. São dois segmentos culturais que são mostrados para uma plateia que vai de estudantes e jornalistas, a funcionários públicos e profissionais liberais”, disse Telma.
O produtor Zezinho Duarte, responsável pela programação, avalia que a música instrumental deu um salto de qualidade importante no Amapá, o que fez com que muitos músicos apostassem no estilo, que tem público garantido. “Quando começamos, há cinco anos, tínhamos somente três inscritos, faltava um pra completar o primeiro mês do projeto. Desde a semana passada, quando abrimos as inscrições, mais de trinta grupos colocaram suas propostas. Isso mostra que a música instrumental está conquistando talentos e público aqui em Macapá”, considera o produtor.
O projeto inicia sempre às 19h e encerra às 22h. Paralelo a ele, na última sexta-feira do mês, acontece o Sarau da Confraria, que abre para mais segmentos culturais. No Sarau, além de música e dança, tem gastronomia, exposição de obras de arte, venda de artesanato, camisas, e outros produtos com a identidade amapaense. Em 2012 o Concerto não foi realizado por falta de patrocínio, mas neste ano ele ganhou a parceria da Prefeitura de Macapá, através da Fundação de Cultura. O Sarau teve reconhecimento do Governo Federal, e hoje quem patrocina é o Ministério da Cultura.
Mariléia Maciel

Ascom/Confraria Tucuju

Deixe uma resposta