Semsa prorroga Campanha de Vacinação Antirrábica

Objetivo é atingir a meta de 43.800 animais vacinados contra a raiva.

Depois de três anos, a Prefeitura de Macapá voltou a realizar a vacinação antirrábica em cães e gatos. A ação aconteceu no último sábado, 17, em 70 pontos espalhados pela cidade.

Apesar da intensa campanha de divulgação, a meta, de imunizar 43.800 animais, entre cães e gatos, não foi atingida. Apenas 28 mil doses foram aplicadas, o que levou a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) a prorrogar a campanha a partir desta quarta-feira, 21, nas regiões onde houve baixa cobertura vacinal.

Segundo o coordenador de Vigilância em Saúde da Semsa, Flávio Ferreira, seis postos de vacinação serão disponibilizados em bairros onde a ação não superou a expectativa. “Teremos pontos de vacinação no Igarapé da Fortaleza, Fazendinha, Congós, Subprefeitura, Zerão e no Loteamento Amazonas, para que as pessoas possam vacinar seus animais até o final deste mês”, disse.

No Igarapé da Fortaleza, o ponto de vacinação será instalado próximo ao posto de combustível na Rodovia Salvador Diniz; em Fazendinha, a vacina estará disponível no Canil Municipal, perto do Parque de Exposições; no Congós, a Unidade Básica de Saúde do bairro vai atender a população que precisa vacinar os animais.

Na zona Norte, a Subprefeitura será o posto de vacinação; já no Zerão, o serviço será ofertado na principal arena esportiva, logo na entrada do bairro; quanto ao Loteamento Amazonas, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde ainda está analisando o melhor local para atender a população.

Os novos postos vão funcionar até o dia 28 de agosto, das 8h às 12h. Para vacinar o animal, basta levá-lo a um ponto de vacinação, mesmo sem o cartão de vacina. “É importante que as pessoas participem, pois a raiva é uma doença que pode levar à morte e os animais de estimação precisam estar vacinados para evitar casos de raiva em Macapá”, explicou o coordenador.

A vacinação antirrábica foi retomada pela Prefeitura de Macapá depois de três anos sem ser realizada. Nesse período, muitos donos de cães e gatos deixaram de vacinar os animais ou tiveram que pagar pela vacina, que chega a custar até R$ 25,00.

O advogado Everton Penafort aproveitou a campanha de sábado para vacinar o cachorro Zeus, de cinco anos, da raça pitbull. “A gente fica até agradecido porque não são todos que têm condições de arcar com vacinas, porque são caras. E hoje, a prefeitura está ofertando para a população para manter seus animais saudáveis”, disse o advogado.

O subsecretário de Saúde de Macapá, Dorinaldo Malafaia, visitou os postos de vacinação espalhados pela cidade e, apesar da meta não ter sido atingida, fez uma avaliação positiva do trabalho. “Há três anos essa campanha não era realizada. E hoje, a Prefeitura de Macapá retoma esse serviço tão importante para a saúde dos animais e da própria população”, pontuou.

Assim que os postos finalizarem o trabalho, serão remanejados para outras localidades, como Jardim Felicidade, Ilha Mirim e Boné Azul, onde a cobertura vacinal também foi baixa. Além de estender a campanha, a Coordenadoria de Vigilância em Saúde da Semsa colocará a carrocinha em operação para capturar os animais que vivem nas ruas e levá-los para o canil municipal, em Fazendinha, onde serão vacinados e colocados para adoção.

Gilberto Pimentel/Asscom Semsa

Contato: 9118-0886

Deixe uma resposta