Mais de mil famílias foram atendidas no Mutirão de Revisão Cadastral do Programa Bolsa-Família

Atendimento também contou com corte de cabelo e escolinha de futebol para as crianças

Mais de mil famílias foram atendidas no Mutirão de Atendimento de Revisão Cadastral do Programa Bolsa-Família, realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (Semast). O evento aconteceu no sábado, 24, das 8h às 18 h, em três pólos: Sambódromo, Subprefeitura da Zona Norte e Central de Atendimento do Bolsa-Família.

O Mutirão visa desafogar as filas que se formam todos os dias em frente à Central de Atendimento. De acordo com a coordenadora do Programa, Katiane de Souza, a Central consegue atender apenas 60 famílias por dia. No entanto, este ano o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) enviou correspondência para a maioria dos beneficiários com o aviso de bloqueio do benefício, caso a revisão cadastral não fosse realizada, por isso dobrou o número de pessoas que procuram pelo serviço.

“O Mutirão vai dinamizar o atendimento, já que não tem como receber todas as famílias em um só local. Essa medida é apenas para aguardar a inauguração da nova Central de Atendimento, previsto para ser entregue no início de setembro”, explicou o secretário da Semast, Gilvano Moraes, ao comentar sobre a finalização do novo empreendimento da PMM.

A organização do evento firmou parceria com os cabeleireiros do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) para atender as pessoas que aguardavam na fila durante o Mutirão. Dez profissionais estavam disponíveis para atender crianças e pais que esperavam para realizar a revisão cadastral. “Eu já estava indo embora, cheguei cedo para fazer a revisão cadastral, quando fui avisada do corte de cabelo. Fiquei mais um pouco e consegui ser atendida. Além de sair daqui tranquila sobre o pagamento do Bolsa-Família, ainda saí de corte novo”, comenta a garçonete Edvanda Brito.

Enquanto os pais realizavam a revisão cadastral e corte de cabelo, as crianças se divertiam na mini quadra de futebol montada no sambódromo. “A quadra foi uma boa ideia porque em um atendimento como esse o que não faltam são crianças para brincar”, disse dona Neuza Maria, enquanto vigiava de longe os três filhos se divertindo no jogo de futebol.

“Apesar de todos os entraves que encontramos, a equipe da Prefeitura não mediu esforços para receber os beneficiários do Bolsa-Família. Alguns grupos, como o da Subprefeitura da Zona Norte, realizaram o atendimento mesmo depois das 18h. Todo o trabalho valeu a pena, pois superamos nossas expectativas”, finaliza Gilvano Moraes. A Semast ainda aguarda os resultados dos atendimentos durante as próximas duas semanas.

O atendimento seguirá até o dia 6 de setembro, das 8h às 14h, nos três pólos supracitados. O final da prestação de serviços coincidirá com a inauguração da Central do Programa Bolsa-Família, que funcionará no Bairro do Laquinho. A estimativa é que o novo ambiente consiga receber cerca de 400 pessoas por dia.

Renata Marques – Asscom Semast

Fotos: Edivaldo Ribeiro


Asscom Prefeitura Municipal de Macapá
Contato: (96) 9154 8850

Deixe uma resposta