Cultura amapaense impressiona visitantes na 41ª Feira de Turismo das Américas

A música popular amapaense do cantor e compositor Nivito Guedes e o marabaixo do Movimento Cultural Ancestrais arrancaram aplausos durante a programação da 41ª Feira de Turismo das Américas, que ocorre em São Paulo.Cantor Nivito Guedes foi uma das atrações da 41ª Feira de Turismo

As apresentações que iniciaram no palco principal, seguiu em cortejo até o estande “Amapá: O Brasil começa no Meio do Mundo”, despertando a curiosidade de quem participava do evento.
A regionalidade da música amapaense foi uma das atrações da edição deste ano. O palco que desde a última terça-feira, 4, reúne artistas de todas as regiões do país, ficou pequeno para a musicalidade e a inspiração do artista amapaense Nivito Guedes, que acompanhado ao som da caixa de Marabaixo cantou e encantou o público com as letras regionais.

Após a apresentação do músico, foi a vez do Movimento Cultural Ancestrais. A roda de Marabaixo que começou no palco, seguiu em cortejo pelos corredores da Feira. Durante o percurso visitantes eram convidados a entrar a roda e dançar o marabaixo junto aos integrantes. A cultura atraia todos os olhares.Cultura amapaense impressiona visitantes com o toque do Marabaixo na 41ª Feira de Turismo (SP)

O agente de viagem, Fernando Tamietti, ficou encantado com a dança. Apesar de atuar na área de turismo, ainda não esteve na região amapaense, mas após conhecer um pouco da cultura, garantiu providenciar uma visita ao Amapá.

A participação no evento, contou com a parceria da Secretaria Extraordinária de Afrodescendentes do Amapá (Seafro). Esta não é a primeira vez que integrantes do Movimento Cultural Ancestrais participam da maior e melhor feira de negócios do turismo. Este ano, a cultura do Amapá foi representada por oito amapaenses, descendentes da tradição, que ao som da caixa de Marabaixo impressionou o público.

A coordenadora do grupo, Laura do Marabaixo, garante que a participação ajudará a divulgar e agregar mais valor a cultura do Estado do Amapá. “A recepção do público está sendo positiva, a visibilidade do nosso manifesto popular que permanece até nos dias atuais com o ciclo do marabaixo, está sendo transmitida por sua ancestralidade e todos estão interessados em conhecer o nosso Estado” disse a coordenadora.

Para o músico Nivito Guedes, oportunidades como estas abrem espaço para novos horizontes. “Além de prestigiar o evento, fico bastante feliz em poder ajudar a divulgar a nossa cultura e a nossa arte. O turismo no Amapá precisa cada vez mais ser fortalecido e a cultura é um dos principais elos para este fomento” finalizou o compositor.

Andreza Sanches / Setur

Deixe uma resposta