Trinta e dois médicos cubanos chegam ao Amapá para atuar na capital e no interior

O Ministério da Saúde (MS) encaminhou para o Amapá 32 médicos cubanos que irão atuar na atenção primária dos municípios do Estado. Os médicos chegam na tarde deste domingo, 27, às 16h (horário local), e fazem parte do terceiro ciclo do programa. Os profissionais devem iniciar o atendimento a partir do dia 2 de novembro.

Os 32 profissionais serão distribuídos da seguinte forma: 20 ficarão no município de Macapá, quatro atuarão em Santana, dois serão encaminhados para Laranjal do Jari, dois irão para o município de Oiapoque, um para Mazagão e três ficarão responsáveis por atender as áreas indígenas do Estado.

Antes de iniciarem seus trabalhos na rede estadual de saúde, os médicos passarão por um seminário de acolhimento, que os informará sobre as diretrizes que compõem o Sistema Único de Saúde (SUS), seus serviços, direitos e deveres. O curso acontecerá no período de 28 a 31, no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest).

No dia 1º de novembro, o governador do Estado, Camilo Capiberibe, fará a cerimônia de encerramento do curso e a apresentação dos profissionais aos prefeitos e secretários municipais de Saúde.

"Nesse dia os médicos serão conduzidos aos seus municípios de atuação para ajudar no atendimento da população", diz a coordenadora do programa Mais Médicos, Maryanne Seabra.

O Estado já conta com 38 médicos cubanos atuando nos municípios. Em setembro, seis médicos chagaram ao Amapá e estão trabalhando nos municípios de Amapá, Pracuúba, Calçoene, Tartarugalzinho, Cutias e Itaubal.

Alieneu Pinheiro/Sesa

Deixe uma resposta

WhatsApp chat