Reunião em Brasília vai discutir segurança nos presídios do Maranhão

Presídio de Pedrinhas, em São Luis, no Maranhão. (Foto: Zé Roberto / Agência O Globo)
Presídio de Pedrinhas, em São Luis, no Maranhão. (Foto: Zé Roberto / Agência O Globo)

SÃO PAULO – O Conselho de Defesa da Pessoa Humana, órgão vinculado à Secretaria de Direitos Humanos, vai se reunir nesta quinta-feira, no Palácio do Planalto, em Brasília, para discutir o descontrole na segurança dos presídios do Maranhão. O Conselho poderá fazer recomendações sobre o caso. O governo federal prorrogou por dois meses a permanência da Força Nacional de Segurança no Complexo de Pedrinhas.

Na quarta-feira, a mulher de um detento foi presa em flagrante ao tentar entrar na penitenciária com celulares, maconha e oito serras, escondidos entre os remédios do marido.

Instituições internacionais cobraram uma investigação sobre as dezenas de mortes de presos em Pedrinhas, que vêm ocorrendo desde o ano passado. A Organização das Nações Unidas (ONU) lamentou mais uma vez em ter que expressar preocupação com o que classificou de péssimo o estado das prisões no Brasil. O governo do Maranhão disse que está tomando providências e investiga a morte dos detentos de Pedrinhas.

A ONU pediu investigação imparcial e que sejam tomadas medidas imediatas para restabelecer a ordem no estado.

Deixe uma resposta