Ação Mais Saúde contabiliza 1.600 atendimentos durante inauguração de escola

Durante a inauguração da Escola Estadual Risalva Freitas do Amaral, na sexta-feira, 7, pelo governador Camilo Capiberibe, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) fez mil e seiscentos atendimentos de saúde na Zona Norte da capital.

Através do projeto Mais Saúde, os moradores do Pantanal e bairros adjacentes tiveram acesso a consultas médicas em pediatria, ginecologia, clínica geral, dermatologia, além de teste de glicemia, pressão arterial, exame do PSA e distribuição de preservativos femininos e masculinos.

A coordenadora estadual de Assistência Hospitalar da Sesa, Nêmora de Moraes Brito, ressaltou que esse tipo de ação aproxima o Poder Público da comunidade e, na área da saúde, facilita o acesso a serviços básicos. Ela destacou que na semana passada o projeto Mais Saúde atendeu as famílias da comunidade de Carapanatuba, região ribeirinha pertencente a Macapá, com a realização de 511 atendimentos.

A estudante Carla Vidal, de 18 anos, aprovou a ação do Governo do Estado em levar atendimento de saúde às famílias do Pantanal. Aproveitou a ação para levar o seu filho Lincoln Davi, de apenas um ano de idade, ao pediatra e ao dermatologista, depois ela própria procurou o setor que estava oferecendo exames de glicemia.

A doméstica Viviane Pinheiro, moradora do bairro Renascer, aproveitou para passar pelo ginecologista e fazer o teste de glicemia e pressão arterial. Ela também avaliou positiva a ação Mais Saúde.

Um dos serviços mais procurados durante a ação na Escola Estadual Professora Risalva Freitas do Amaral foi o da Ouvidoria do SUS, que registrou mais de 300 atendimentos à população.

Deixe uma resposta