Circuito Caixa de Atletismo terá paratletas amapaenses com o apoio do GEA

O Governo do Amapá, através da Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel), apoiará a participação de paratletas amapaense no Circuito Caixa de Loteria Norte/Nordeste de Atletismo e Natação, que acontece no período de 13 a 16 de março, em Natal (RN).

O apoio se dará por meio da assinatura de um convênio que terá como objeto a doação de trinta passagens aéreas aos atletas cegos, amblíopes (baixa visão) e deficientes físicos com paralisia cerebral e amputação de membros e, também, aos demais integrantes da delegação.

No final da tarde desta quarta-feira, 5, a secretária da Sedel, Áurea Brito, esteve reunida com parte da delegação no Estádio Zerão, onde acontecem os treinamentos. Ela disse que o convênio demonstra a disposição do governador Camilo Capiberibe em fazer com que o esporte, como grande instrumento de inserção social, possa influenciar positivamente na melhor qualidade de vida do cidadão, especialmente as pessoas com deficiência.

Estarão em Natal 14 paratletas da Associação Amapaense de Esporte para Pessoa com Deficiência (AAEPED), que participarão das provas de corrida, arremesso de peso e lançamento de dardo e disco, e dois da Associação de Cegos e Amblíopes do Amapá (ACAAP), que disputarão nas provas de arremesso de peso e lançamento de disco e dardo. O restante da delegação é formado por atletas guias, técnicos, enfermeiro, fisioterapeuta e pessoal de apoio.

Em 2013, com as passagens doadas pelo governo, a paratleta Márcia Cristina participou do Circuito, conquistando ouro em arremesso de peso e lançamento de disco e prata na corrida de 100 metros rasos. Este ano, com uma delegação bem maior, os paratletas amapaenses têm possibilidades concretas de conseguirem medalhas em todas as provas, e, assim, obterem a classificação para as etapas nacionais do Circuito Caixa de Loteria, cuja primeira fase será em setembro, na cidade de São Paulo, e a segunda em novembro, na cidade de Fortaleza (CE).

Um dos paratletas amapaenses mais motivados é Igor Miranda, de 16 anos, que, nos treinos locais, alcança a marca de 17 segundos e 57 centésimos na corrida de 100 metros rasos, mas que precisa confirmar essa marca ou correr em um tempo menor que 20 segundos no Circuito Norte/Nordeste, para poder competir nas etapas nacionais do Circuito. Igor, que também vai correr os 200 metros rasos, é uma pessoa com paralisia cerebral, que, juntamente com os demais atletas do Estado com deficiência, conseguem vencer obstáculos através do esporte.

Em nível local, o governo também investe nos Jogos Paralímpicos Escolares Amapaenses, que reúne os alunos/atletas das escolas públicas e privadas do Estado com deficiência física, intelectual e visual, na faixa etária de 12 a 20 anos, e também na etapa nacional dos jogos denominada de Paralimpíadas Escolares, promovida pelo Comitê Paralímpico Brasileiro.

Em 2012, o Amapá participou com uma delegação de 35 componentes, nas modalidades de atletismo, bocha, goalball, tênis de mesa, tendo conseguido 6 medalhas no atletismo, 4 medalhas de prata e 2 medalhas de bronze. Em 2013, a delegação foi de 39 componentes, conquistando 6 medalhas no atletismo, 2 medalhas de ouro, 2 medalhas de prata e 2 medalhas de bronze.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: