Prefeitura de Macapá e Turma do Bem levam atendimento odontológico à zona Norte da cidade

Na última terça-feira, 25, a Prefeitura de Macapá, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com a Turma do Bem, apoiada pela Oral-B, promoveu na Escola Municipal de Ensino Fundamental Vera Lúcia Pinon, a triagem odontológica em adolescentes com idade entre 11 e 17 anos.

O objetivo é atender crianças carentes que precisam de um dentista. A equipe da Turma do Bem em Macapá é composta por 6 dentistas voluntários e 6 estagiários. A coordenadora regional do projeto, Priscila Bueno Flores, declarou sua satisfação em poder ajudar a todos que precisam de atendimento odontológico.

“Muitos não tinham condições de buscar tratamentos odontológicos. Geralmente dormiam nas filas de unidades básicas ou ficavam com os dentes careados até sua fase adulta. Com a parceria entre a Prefeitura de Macapá e a Turma do Bem muita coisa vai mudar e para melhor, pois unimos forças para trazer a autoestima de pessoas que precisam”, ressalta.

A aluna Emilly Geovana Pinheiro, de 11 anos, mora no bairro Novo Horizonte e disse que sempre sonhou em cuidar de seus dentes permanentemente. “Meus pais não têm como me levar todo o tempo necessário ao dentista e nem condições de pagar uma clínica particular. Os Dentistas do Bem são bem-vindos e espero ser uma das pessoas escolhidas para receber os atendimentos até meus 18 anos, pois é um sonho meu cuidar de meus dentes corretamente”, declarou.

Encaminhamento

Os jovens selecionados serão encaminhados para dentistas voluntários, que farão todo o tratamento, gratuitamente, até que os pacientes completem 18 anos. A expectativa é que 15 mil jovens que estejam comprovadamente matriculados na rede municipal de ensino passem pela triagem, que acontecerá simultaneamente em mais de 250 municípios do Brasil, em 10 países da América Latina e Portugal.

Conforme informações da coordenação do projeto em Macapá, essa é a segunda vez que será realizada a ação na rede municipal de ensino. Ela informa ainda que desde que a Oral-B se uniu ao Dentista do Bem o projeto cresceu significativamente. Foram mais de 10 mil jovens contemplados com tratamento odontológico gratuito e mais de 15 mil dentistas se tornaram voluntários e aderiram ao movimento. Em Macapá são 66 dentistas voluntários.

O projeto

Dentista do Bem é o principal projeto da Turma do Bem (TdB) e conta com o trabalho voluntário de cirurgiões-dentistas que atendem jovens de baixa renda, proporcionando-lhes tratamento odontológico gratuito. Atualmente, conta com a maior rede de voluntariado especializado do mundo. São mais de 14 mil dentistas voluntários espalhados por aproximadamente 1.000 municípios dos 26 estados brasileiros e Distrito Federal. O projeto também está presente em Portugal e dez países da América Latina: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, México, Panamá, Paraguai, Peru e Venezuela.

A triagem

O processo de triagem é bem simples e rápido: o dentista faz um exame visual não invasivo da condição odontológica de cada jovem e preenche uma ficha com dados sobre a saúde bucal e a condição socioeconômica da família. A seleção é feita por um índice de prioridade, que beneficia os adolescentes mais pobres com problemas bucais mais graves e os mais velhos, que estão mais próximos do primeiro emprego.

Os dentistas voluntários atendem os adolescentes selecionados em seus próprios consultórios, até eles completarem 18 anos. Curativo, preventivo e educativo, o tratamento é totalmente gratuito e completo, incluindo, se necessário, radiografias, ortodontia, próteses e implantes, por exemplo.

Em 2013, mais de 310 mil jovens em todo o Brasil passaram pelas triagens do projeto e 31 mil já foram encaminhadas ao dentista.

Anselmo Wanzeller/Asscom Semed

Contato: 9182-4976 / 8132-4938

Fotos: Anselmo Wanzeller

Deixe uma resposta