Sesa oferece curso para 1,3 mil profissionais que atuarão no atendimento à saúde mental

Pelo menos 1,3 mil profissionais de saúde serão capacitados na área da saúde mental, por intermédio do programa Caminhos do Cuidado: Formação em Saúde Mental (crack, álcool e outras drogas). A capacitação beneficia agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem do programa Estratégia Saúde da Família (ESF). A aula inaugural do curso aconteceu nesta sexta-feira, 28, no auditório do Centro de Educação Profissional Graziela Reis de Souza, no Centro de Macapá.

Presente no evento, o secretário de estado da Saúde Jardel Nunes reafirmou o compromisso do Governo do Amapá no fortalecimento da política estadual de saúde mental. Jardel Nunes destacou que, em audiência em Brasília, com o ministro da Saúde Arthur Chioro, foi recomendado a ele que tivesse a saúde mental como uma de suas prioridades.

"A Secretaria de Estado da Saúde apoia as capacitações, com o objetivo de qualificar o profissional de saúde para que os serviços ofertados aos usuários do SUS sejam cada vez mais eficientes. A Sesa está à disposição de todos os 16 municípios para fortalecer as parcerias", frisou Jardel Nunes.

A coordenadora do programa no Amapá, Lorilei Stefanello Seccon, salientou que a capacitação dos profissionais irá ajudar nos primeiros atendimentos aos pacientes/consumidores de crack, álcool e outras drogas. "O curso amplia as boas práticas de cuidado, acolhimento e escuta desses pacientes" citou.

Descentralizado

No Amapá, o programa Caminhos do Cuidado atenderá os 16 municípios, e as aulas de capacitações acontecerão de maneira descentralizada. Em Macapá, o curso acontece no Centro de Educação Profissional Graziela Reis de Souza, e vai qualificar apenas agentes comunitários de saúde residentes na capital. Os demais municípios vão se encarregar de realizar suas capacitações. O programa é executado de maneira tripartite envolvendo representantes das esferas municipal, estadual e federal.

Lorilei Stefanello reforçou que, no Amapá, o curso será concluído em novembro deste ano. Para ela, o fortalecimento deste serviço demonstra a preocupação do Governo do Estado com a qualidade de vida das pessoas com vício do crack, álcool e outras drogas. "O Amapá já enfrenta sérios problemas com inúmeras pessoas vítimas dessas doenças relacionadas às drogas ou ao álcool".

Para a secretária municipal de Saúde de Tartarugalzinho, Marlene Emília Rezende, o curso de capacitação será uma ferramenta importante para ajudar os municípios nas ações de prevenção e tratamento do dependente químico. Marlene Emília diz que Tartarugalzinho por ser uma cidade geograficamente estratégica, situada às margens da BR- 156, os índices de alcoolismo e consumo de drogas só aumentam.

Mais Informações: 9176- 7997/ 9190- 4926.

Deixe uma resposta