Youtube se nega a deletar vídeo de James Foley

Site afirma que vídeo não fere leis de publicação.

 

Existe a possibilidade de marcar o vídeo como impróprio ou restringi-lo para determinadas faixas etárias. Foto: Reprodução
Existe a possibilidade de marcar o vídeo como impróprio ou restringi-lo para determinadas faixas etárias. Foto: Reprodução

O vídeo que mostra a trágica morte do jornalista James Foley, decapitado por terroristas do ISIS, não será retirado do Youtube. Após virilização e milhares de visualizações, o vídeo em questão contém cenas fortes e sofreu tentativas de censura, tanto por espectadores quanto pelo governo dos EUA.

A decapitação é uma forma chocante e desumana de tirar a vida de alguém, e a circulação do vídeo corrobora com a prática – o que os terroristas querem é exatamente publicidade. No discurso que antecede a morte, o jornalista afirma que o real assassino dele é a nação dos EUA, e não os terroristas, e para que sua família não aceite “compensações” do governo.

Os responsáveis pelo site afirmam que não há razão especial para remover a publicação. Existe a possibilidade de marcar o vídeo como impróprio ou restringi-lo para determinadas faixas etárias. De acordo com o site, esses são os possíveis motivos para deletar uploads:

Sexo e Nudez

A maioria dos vídeos de nudez não são permitidos, especialmente se tiver um contexto sexual. Geralmente, quando um vídeo é destinado a ser sexualmente provocativo, é menos provável que seja aceito pelo YouTube. Há exceções para alguns conteúdos educativos, documentários e científicos, mas somente se esses forem o único objetivo do vídeo e se as imagens não forem muito fortes. Por exemplo, um documentário sobre o cancro da mama seria apropriado, mas postar clips fora de contexto a partir do documentário não seria.

Apologia ao ódio

Não permitimos apologia ao ódio (como ataques ou insultos a um grupo baseados em raça ou etnia, religião, deficiência física ou mental, sexo, idade e orientação ou identidade sexual). Às vezes há uma linha muito fina entre o que é e o que não é considerado apologia ao ódio. Por exemplo, geralmente é aceitável se criticar uma nação, mas não é aceitável fazer generalizações e insultar pessoas de uma determinada nacionalidade.

Chocante e Repugnante

O mundo é um lugar perigoso. Às vezes as pessoas se machucam e é inevitável que tais eventos sejam documentados no YouTube. No entanto, não é legal postar conteúdo violento ou sangrento com a intenção de ser chocante, sensacional ou desrespeitoso. Se um vídeo é particularmente perturbador, deve ser equilibrado com contexto e informações adicionais. Por exemplo, incluir um clip de um matadouro em um vídeo sobre agricultura pode ser apropriado. No entanto, compilar em um vídeo uma série de clips independentes e macabros de animais sendo abatidos pode ser considerado injustificado se sua finalidade é a de chocar ao invés de ilustrar.

Atos perigosos e ilegais

Embora não pareça justo dizer que você não pode mostrar alguma coisa por causa do que os espectadores teoricamente podem fazer em resposta, recusamos conteúdo que incitam a violência ou encorajam atividades perigosas e ilegais que têm um risco inerente de causar danos físicos graves ou morte. Isso significa não postar vídeos sobre coisas como elaboração de bombas, treino de ninja assassino, ataque de franco atirador, vídeos para treinar terroristas e coisas similares. Quaisquer demonstrações desse tipo devem ser educativas ou documentais e não para ajudar ou encorajar outros a imitá-las.

Crianças

Vídeos envolvendo crianças (menores de 18 anos) são particularmente sensíveis. Vídeos contendo crianças nunca devem ser sexualmente sugestivos ou violentos. Por favor, seja cauteloso ao postar algo que envolve uma criança. Se você estiver compartilhando um momento familiar, considere marcar a opção de vídeo privado, de forma que apenas seus amigos e familiares possam vê-lo.

Direitos Autorais

Quando você cria algo original, você possui os direitos autorais sobre sua criação. Do mesmo modo, quando as outras pessoas criam conteúdo, eles podem ter um direito de autor sobre tal conteúdo. Como fazemos parte de uma comunidade criativa, é essencial que todos os usuários do YouTube respeitem os direitos autorais de terceiros. Se você não tem certeza de que algo pode violar os direitos autorais de alguém, o mais seguro é criar algo completamente original, com imagens e áudio que você criou. Se o conteúdo é todo seu, você nunca terá que se preocupar com direitos autorais, você é o proprietário. Se você gravou alguma coisa a partir de um DVD, videotape ou TV, ou se você baixou um vídeo online, não publique no YouTube, a menos que você tenha permissão.

Atualização: Apesar do vídeo original ter sido removido, ele está sendo enviado inúmeras vezes com o mesmo título/vídeo, e o Youtube apesar de ter um excelente sistema de identificação de conteúdo dos vídeos, ainda não vetou o envio do material.

Fonte: Fatos Desconhecidos

 

Deixe uma resposta