Estado se mobiliza para combater a febre Chikungunya em Oiapoque

O Governo do Amapá se mobiliza no enfrentamento à febre chikungunya no Estado, principalmente em Oiapoque, que apresenta o maior número de casos suspeitos da doença. Nesta sexta-feira, 26, técnicos e gestores seguem para aquele município a fim de reforçar o apoio à Prefeitura Municipal.

A decisão foi tomada após reunião ocorrida nesta quinta-feira, 25, no Palácio do Setentrião. O secretário de Saúde, Jardel Nunes, ressaltou que a proposta do Governo do Estado é montar uma estratégia conjunta com o município para conter a evolução da doença. "Iremos reforçar as equipes de epedemiologia de Oiapoque, propor a limpeza urgente da cidade e a realização de campanhas de conscientização da população quanto à limpeza de quintais e os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti", pontuou.

O secretário Jardel Nunes considera importante a sensibilização do prefeito de Oiapoque, Miguel Caetano de Almeida, quanto à integração de ações focadas no combate e prevenção à febre chikungunya. Paralelo a essa ação, o Governo do Estado inicia na próxima semana uma ampla campanha de sensibilização, orientação e informação junto à comunidade para ajudar no combate à doença.

Participaram da reunião desta quinta-feira representantes da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS), Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Exército Brasileiro, Laboratório Central de Saúde Pública e um representante do Ministério da Saúde.

Dados oficiais divulgados pela chefe da Divisão de Epidemiologia da CVS, Iracilda Costa da Silva Pinto, apontam que já foram notificados 164 casos suspeitos de febre chikungunya no Estado. Segundo os números, são 147 casos suspeitos em Oiapoque, 15 em Macapá e dois em Santana. Os dados revelam que já foram confirmados seis casos da doença no Amapá. Dois casos importados (Caiena e Guadalupe) e quatro casos em Oiapoque.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: