Evento acadêmico da Ueap fomenta discussão sobre reprodução de peixe no Estado

Nesta terça-feira, 18, iniciam os minicursos que fazem parte da programação da IV Semana de Engenharia de Pesca da Universidade do Estado do Amapá (Ueap), que este ano destaca o tema Aquicultura e Pesca: realidades e desafios. O evento é aberto à participação de acadêmicos, docentes, pesquisadores e profissionais que atuam na área da cultura do pescado.

As inscrições para os minicursos são presenciais e o credenciamento acontece a partir das 8 h, no campus I da Ueap. Haverá minicursos de: Sistemática de peixes marinhos e estuarinos; Noções básicas de GPS; Elaboração de produtos a base de pescado; Oficina de capacitação em acordo de pesca; Introdução ao aquarismo; Espécies arbóreas nativas para alimentação de peixes.

Além de cursos e oficinas, o evento, que entra no seu segundo dia, promoverá também discussões por meio de mesas redondas onde serão palestrantes pesquisadores e especialistas de órgãos públicos e particulares, entre os quais, Embrapa, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), Ueap, Sudam, Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Setec, Universidade Federal do Pará (Ufap), ICMBio/AP, CI, Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), Universidade Federal do Amazonas Ufam), Prefeitura de Macapá, Agência de Pesca do Amapá (Pescap), entre outros.

Debaterão o tema das mesas-redondas sobre Aquicultura, nesta terça-feira, no período da manhã e tarde, a partir de 10 h, no auditório central do campus I, técnicos da Embrapa, Consultor, Sudam (manhã), Setec, SDR, Ufopa e Ufpa (tarde). Para quarta-feira, estão programadas palestras sobre Ordenamento Pesqueiro, com pesquisadoras da Ufra e Ufam (14 h), e Unidades de Conservação, com técnicos do ICMBio/Oiapoque, Conservação Internacional – CI de Macapá e Rio de Janeiro, ICMBio/Amapá, Sema e Ueap.

A programação do terceiro dia da Semana de Engenharia de Pesca apresentará debates sobre Legislação para Aquicultura (manhã) e Exploração de Petróleo (tarde), além de apresentações orais, às 14 h. O encerramento, dia 21, será marcado pela premiação dos melhores trabalhos, às 9 h.

Deixe uma resposta