Fiscalização da Prefeitura identifica pista clandestina no Curralinho

A Prefeitura Municipal de Macapá (PMM) recebeu, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (Semduh), uma solicitação de fiscalização da Agência Nacional de Aviação Civíl (Anac) e Ministério Público Federal (MPF) de uma pista clandestina que havia sido descoberta nas proximidades da comunidade do Curralinho, localizada a cerca de dez quilômetros da capital.

Na última sexta-feira, 23, a equipe de fiscalização da Semduh foi enviada até o entorno da via pavimentada que liga a rodovia BR 156 a uma parte do KM 09. No local foi encontrada uma pista com aproximadamente 700 metros de comprimento e 10 metros de largura.

De acordo com a equipe de fiscalização, moradores, que não quiseram se identificar, relatam que pousos e decolagens eram feitos por volta das 0h30 e 3h, durante a semana; e durante o dia inteiro, aos fins de semana.

Edvan dos Santos Ramos é presidente da Associação de Moradores do Curralinho e diz que a pista existe há quase 10 anos, mas faz aproximadamente 3 meses que não vê aviões aterrissarem na área. “Moro próximo e sempre via aviões de pequeno porte subirem e descerem ali, mas há quase 3 meses que não vejo mais a pista ser usada”, declara Edvan.

O diretor do Departamento de Fiscalização Urbanística da Semduh, Eudo Santos, lembra que a fiscalização é para fazer com que a lei 029 do "Uso e ocupação de solo" não seja infringida. “Procuramos o proprietário do terreno onde a pista clandestina foi feita, para orientar sobre a ocupação irregular do solo, mas não encontramos. Iremos buscar apoio da Polícia Federal e outros órgãos competentes para fechar aquela pista, que não tem nenhuma autorização para funcionar”, finaliza Eudo.

Anselmo Wanzeller

Fotos: Max Renê

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: