Sedel reinaugura Academia de Boxe Nelson dos Anjos

A Academia de Boxe Nelson dos Anjos foi reinaugurada na última quarta-feira, 28, 16 dias após o trágico acidente que inutilizou o local. A explosão de um botijão de gás incendiou e quase destruiu a academia que funciona como um programa social para jovens, e que agora está restaurada graças ao apoio do Governo do Estado do Amapá e empresários locais.

A Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel) visitou a academia para prestar apoio após o sinistro. O secretário Edinoelson Trindade escutou o desabafo e os problemas que o ex-pugilista Nelson dos Anjos, proprietário da academia, enfrenta diariamente. Após a conversa foi providenciada a reforma que garantiu à academia uma nova cozinha, pintura e equipamentos para o treino dos jovens boxeadores.

A solenidade contou com a presença de vários profissionais da área do esporte e de outros colaboradores que deram apoio na reforma. O diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá, Jefferson Dias, esteve presente e discursou sobre a importância social que a academia possui. "Se todos as crianças tivessem essa oportunidade que o Nelson oferece, as penitenciárias não lotariam de jovens", ressaltou Jefferson.

O secretário Edinoelson afirmou que academia poderá sempre contar com o apoio e reforçou que estuda firmar um convênio entre a Nelson dos Anjos e o Governo do Amapá. "Nada mais justo do que o Estado dar esse apoio. O Nelson precisa de estrutura para dar continuidade a esse trabalho em prol das crianças e adolescentes da periferia", explicou o secretário.

Para finalizar o evento os campeões da academia fizeram uma luta de exibição. Antônio dos Santos, conhecido como Negueba, é campeão da Copa Norte de Boxe e já participou de dois campeonatos brasileiros. Ele enfrentou Juscelino Pantoja, três vezes campeão brasileiro e vice-campeão do Cinturão de Ouro do Equador. Ambos começaram na academia.

Nelson dos Anjos agradeceu a colaboração de todos e disse que continuará o projeto com força total. "As crianças precisam crescer com disciplina. Com esse apoio, vamos treinar mais e mais os atletas e finalmente colocar um dos meus alunos nas Olimpíadas", disse o ex-boxeador.

Deixe uma resposta