Abalos sísmicos atingem região onde ocorreu rompimento de barragens

Paula Laboissière – Enviada especial Edição: Armando Cardoso
Navegue esse rio de ofertas!
PUBLICIDADE

A região de Ouro Preto (MG) registrou hoje (10) um abalo sísmico de 2,1 graus na escala Richter. O tremor pode ser percebido também na cidade vizinha de Mariana, onde duas barragens se romperam na quinta-feira (5).

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou que o abalo não alterou a rotina de trabalho das equipes de busca e salvamento de vítimas no distrito de Bento Rodrigues, que foi atingido pela lama das barragens.

De acordo com a corporação, o pequeno tremor também não causou qualquer alteração na estrutura das barragens de Germano e Santarém. Segundos os bombeiros, a empresa Samarco Mineração, por precaução, instalou hoje três sismógrafos em pontos estratégicos das barragens.

O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB) também registrou, na madrugada de hoje, dois tremores na região de Bento Rodrigues. Conforme o observatório da UnB, o primeiro tremor, de magnitude 1,5, foi registrado às 4h17. O segundo, de 1,8 graus, foi percebido pela univerisdade às 5h46.

Os bombeiros informaram ainda que uma equipe da Polícia Ambiental de Minas Gerais fará um sobrevoo esta tarde para avaliar os danos ambientais causados pelo rompimento da barragem. A avaliação será incluída no boletim de ocorrência feito no dia do acidente.

Neste momento, a Coordenadoria de Defesa Civil de Minas Gerais realiza, em Mariana, uma reunião com familiares de pessoas desaparecidas na tragédia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: