Saúde do bebê: a importância do teste do pezinho

O programa Amazônia Brasileira conversou com o pediatra e consultor da Sociedade Brasileira de Genética Médica, Armando Fonseca,  sobre a importância do teste do pezinho. O pediatra diz que “o teste do pezinho é muito importante, pois ajuda a diagnosticar doenças raras”.

pezinho
Teste do Pezinho ASCOM – Prefeitura de Votuporanga / Flickr

O exame, obrigatório desde 1992,  é muito importante tanto para o bebê quando para a família. “Para o bebê, o diagnóstico precoce possibilita iniciar o quanto antes o tratamento da doença e, assim, conter o avanço e os danos irreversíveis e, em alguns casos, a morte”, afirma o pediatra.

Ele ressalta a importância do teste para a família. “Ás vezes, os pais não sabem que são portadores de algum tipo de doença genética. Após a revelação de uma doença genética pela triagem neonatal, exames clínicos especializados e testes suplementares nos pais e irmãos podem indicar a carga genética familiar para orientar o aconselhamento genético e prepará-los para enfrentar questões lá na frente”, alerta.

Apenas algumas gotas de sangue tiradas do calcanhar do recém-nascido pode  fazer a diferença pra toda uma vida.

O teste do pezinho chegou ao Brasil no final da década de 70 para identificar afenilcetonúria e o hipotireoidismo congênito. Em 1992, tornou-se obrigatório em alguns estados e, a partir de 2001, por meio de uma portaria ministerial, em todo o território nacional.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: