Sábado do Mastro tem programação do Ciclo do Marabaixo no barracão da tia Gertrudes

Festeiros, devotos e marabaixeiros do barracão da Tia Gertrudes, no bairro Santa Rita, tantiga Favela, se preparam para dar continuidade ao Ciclo do Marabaixo, em devoção à Santíssima Trindade. Neste final de semana, Sábado e Domingo do Mastro, a programação continua com o corte do tronco no Curiaú e Marabaixo do Mastro. A Associação Berço do Marabaixo da Favela é a responsável pela programação, e os festeiros deste ano são David Luiz e Maria da Conceição, que pagam suas promessas.

Retirada do mastro

Junto com mais duas famílias festeiras do bairro Laguinho, eles cortam o mastro no Curiaú, mas dentro dos fundamentos que passaram a ser adotados pelo grupo, de trabalhar a preservação do meio ambiente. Há alguns anos substituíram os trocos de árvore por um artificial, e levavam mudas para serem plantadas no lugar das retiradas. “Acompanhávamos o ritual todos os anos, mas neste ano voltamos à tradição e vamos retirar o mastro da Santíssima e continuar a incentivar o replantio”, disse Valdinete Costa, da Associação.

Na volta do Curiaú, o grupo deixa o mastro sob a guarda das irmãs Tavares, Ana (81), Quitéria (90) e Theresa (85), devotas da Santíssima, e retornam às 17h do mesmo dia para buscar o tronco e levar para o barracão.

Marabaixo do Mastro

Este é o segundo marabaixo deste ciclo, e encerra meia-noite, com a participação de grupos e cantadores convidados, que jogam e respondem versos. Os devotos fazem suas promessas e agradecem graças alcançadas, diante da centenária coroa, que foi adquirida pela família há quase 20 anos, quando dona Natalina Costa, filha da pioneira Gertrudes Saturnino, começou a fazer o festejo em sua casa, tornando a Favela em um espaço cultural nesta época, com dois barracões onde se realiza o Ciclo do Marabaixo.

Programação

Após este marabaixo, do dia 14 à 21, tem o período de ladainha, e no dia 15, o Marabaixo da Murta, que inicia às 16h, pega-se os ramos de murta na casa das irmãs Tavares para enfeitar o mastro da Santíssima Trindade que será erguido no amanhecer do dia 16. A programação continua com o baile popular (20), e no dia 22 tem a missa e o resto do dia dedicado às crianças, com almoço para os inocentes e brincadeiras, ainda em pagamento da promessa feita por Gertrudes Saturnino, para que a filha Natalina engravidasse, que deu origem à festa na família para a Santíssima Trindade dos Inocentes.

No dia de Corpus Christi (26) tem o quarto marabaixo, e no Domingo do Senhor (29) as festividades encerram com a derrubada dos mastros, às 18h, quando são escolhidos os festeiros do próximo ano.

Mariléia Maciel

Deixe uma resposta