Parabéns, poetinha Osmar Júnior

Nesta terça, 14, é aniversário de uma de nossas maiores expressões da música tucuju e da Amazônia, Osmar Júnior. Nascido em Macapá/ AP, em 14 de junho de 1963, é um cantor e compositor brasileiro.

Aos 14 anos, estudou violão com o maestro Oscar Santos, um dos pioneiros da música do Estado. Aos 17, atuou também como contrabaixista e guitarrista em diversos conjuntos musicais de Macapá.

Na década de 1980, iniciou sua trajetória como compositor, participando de festivais universitários. Em 1989, foi produtor do LP “Sentinela Nortente” , do cantor amapaense Amadeu Cavalcante, um dos marcos de transformadores na música regional na Amazônia. Osmar Júnior também produziu os discos “Vida Boa”, de Zé Miguel e “Estrela do Cabo Norte”, o segundo de Amadeu Cavalcante.

Osmar Júnior lançou seu primeiro disco somente em 1991, intitulado “Revoada”, com algumas canções que tornaram sucesso, tais como “Pedra do Rio”, “Igarapé das Mulheres” e “Pra Nunca Mais”. Quase oito anos depois, foi a vez do segundo disco, o CD “Quando Voltam os Guarás”. O músico tornou-se um dos valorizadores da preservação ecológica e da música afro-amapaense, ao desenvolver projetos na União dos Negros do Amapá (UNA). Também foi fundador do “Movimento Costa Norte”, ao lado de Val Milhomem, Amadeu Cavalcante e Zé Miguel, para divulgação da música popular amapaense.

Heraldo Almeida

Deixe uma resposta