AM: Exército é multado por morte de onça exibida na passagem da tocha olímpica

Sanção foi aplicada pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas, que ficou responsável por apurar o ocorrido

O Exército Brasileiro foi autuado e multado em 40 mil reais pela morte da onça Juma, que foi exposta durante evento de passagem da tocha olímpica no Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), em Manaus.

No dia 20 de junho, o animal, um macho de 18 anos de idade, escapou da coleira ao ser transportado para a jaula. Mesmo sob efeito de tranquilizantes, o felino avançou em um soldado que acabou atirando na onça.

A multa foi aplicada a três órgãos do Exército. O Comando Militar da Amazônia deverá pagar cinco mil reais por contribuir para a utilização de um espécime da fauna silvestre nativa sem a autorização do órgão ambiental competente.

O CIGS também foi autuado em 5 mil reais por utilizar o animal sem a devida autorização. O 1º Batalhão de Infantaria de Selva deverá pagar 30 mil reais por transportar e manter em cativeiro o animal sem autorização e por construir e fazer funcionar mantenedouro da fauna sem a licença do órgão ambiental.

O Ipaam informou que os autuados terão 20 dias para apresentar a defesa e, depois desse prazo, poderão recorrer ao Instituto e ao Conselho Estadual de Meio Ambiente.

Confira ainda, no Repórter Amazônia desta quinta-feira (7): Eduardo Cunha renuncia à presidência da Câmara dos Deputados; Região Norte é que menos consome refrigerante, segundo estudo divulgado pelo Ministério da Saúde. E mais: Biblioteca Pública Benedito Leite, prepara colônia de férias para a criançada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: