Repórter é agredido por Moisés e advogado

Caso ocorreu quando o profissional cobria a entrada do parlamentar, na Polícia Técnica, para exame de corpo de delito

O repórter Heraldo Almeida, do Sistema Diário de Comunicação, foi agredido com um soco na cabeça, por trás, pelo advogado Severo Reátegui,  que acompanhava o deputado estadual Moisés Souza na entrada da Polícia Técnico Científica, para onde o parlamentar foi levado para o exame de praxe de corpo de delito, após a apresentação espontânea no Complexo Cidadão da Zona Sul.

Heraldo, na verdade, foi primeiro agredido pelo próprio Moisés Souza, que tentou tomar o celular com o qual o radialista fazia a tranmissão, ao vivo  A agressão foi transmitida pela Rádio Diário FM, pelo repórter, que abordou o deputado para ouvi-lo quando esse descia da viatura policial que o conduzira.

Moisés empurrou Heraldo, que instantes depois recebeu o murro por trás, dado pelo advogado, que é irmão do deputado. O repórter chegou a entrar no corredor de acesso da Polícia Técnica, para acompanhar os acontecimentos, mas foi retirado, educadamente, pelo policiais que trabalhavam no local. Na confusão, o repórter Heraldo perdeu os óculos de grau que usava.

Diário do Amapá

Deixe uma resposta