Batuqueiros do Banzeiro do Brilho-de-fogo saem nas ruas em cortejo para festejar o Aniversário de Macapá

No dia 4 de fevereiro, Macapá completa 259 anos de fundação, e o Banzeiro do Brilho-de-fogo mais uma vez homenageia a cidade com o Cortejo, que sai da frente da Igreja São José e encerra na praça Floriano Peixoto. Batuqueiros, mulheres do Cordão das Açucenas, crianças do Jardim do Banzeiro, e dançadeiras de marabaixo e batuque, estarão nas ruas do centro, em grande festa, chamando a população para seguir o cortejo de aniversário.

 

A preparação para este cortejo iniciou em janeiro, quando os batuqueiros recomeçaram os ensaios na praça Floriano Peixoto, juntando cerca de 250 instrumentistas novos e antigos do projeto, que, sob o comando o maestro Paulinho Bastos, demais coordenadores e instrutores, ensaiaram as músicas que formam o repertório do Banzeiro. Músicas do cancioneiro regional, de domínio popular, e canções próprias do projeto compõem a seleção musical que será acompanhada por tambores e metais durante o cortejo.

 

Projeto Banzeiro

 

O projeto Banzeiro do Brilho-de-fogo é de iniciativa de músicos e fazedores de cultura, e queiram colocar nas ruas uma orquestra de percussão que acompanhasse as músicas de artistas amapaenses, e homenageassem a cultura do Amapá.  O projeto é dirigido pelos músicos Adelson Preto, coordenador geral, e Alan Gomes, Paulinho Bastos e Ricardo Iraguany. A artesã Melissa Silva coordena a parte visual, de vestimentas e adereços, que também valoriza as tradições amapaenses.

 

O Banzeiro tem a parceria da Prefeitura de Macapá, e não tem fins lucrativos. A proposta é incluir social e culturalmente pessoas de todas as idades através de uma brincadeira cantada. Ele iniciou em 2014, oferecendo oficinas de iniciação musical, de produção de instrumentos de percussão e adereços que compõem o conceito do projeto. As aulas das oficinas foram ministradas por instrutores, que continuam auxiliando os ensaios e introduzindo os batuqueiros na orquestra.

 

“A cada ano o Banzeiro reúne mais pessoas, que entram para o projeto como batuqueiro, para formar o Cordão das Açucenas, ou para o Jardim das crianças, e isso mostra a credibilidade do projeto. Todos querem sair pelas ruas cantando as músicas que retratam nossa cultura, rodando a saia de marabaixo, e tocando instrumentos decorados com arte regional”, disse Adelson Preto.

 

Trajeto

 

O cortejo sai após a Missa de Aniversário, na antiga Igreja São José. Os integrantes saem pela avenida Mário Cruz, seguindo pela Cândido Mendes, e dobram na Henrique Galúcio e Tiradentes. Para finalizar o cortejo, o Banzeiro entra na avenida Maracá até a praça Floriano Peixoto, onde acontece uma apresentação de artistas locais acompanhados pelos batuqueiros, e uma programação realizada pela Prefeitura de Macapá para festejar a data.

 

Serviços

Cortejo

Data: 4 de fevereiro

Concentração e saída: Frente da antiga Igreja São José

Hora: após o término da missa de aniversário

 

Mariléia Maciel

Assessoria de Comunicação/ Banzeiro do Brilho-de-fogo

Deixe uma resposta