Golfinho é encontrado no litoral de SP após morrer preso a pedaço de chinelo

 

 

Laudo de necrópsia atestou que mamífero encontrado em Ubatuba passou longo período com objeto preso ao seu focinho e adquiriu inanição e infecção

Um golfinho foi encontrado morto com uma tira de chinelo presa ao seu focinho em uma praia de Ubatuba, no litoral norte de São Paulo. Uma necrópsia realizada no animal pelo Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos do Instituto Argonauta constatou que o mamífero morreu em decorrência de uma infecção provocada pelo objeto preso ao seu corpo.

Segundo os responsáveis pelos exames no animal, a equipe do PMP-BS foi acionada após o golfinho ser encontrado na praia do Sapê nesta quarta-feira (21). Foi constatado no laudo da necrópsia que o chinelo permaneceu preso ao focinho do animal por um longo período, levando-o à inanição e a uma grave infecção.

Golfinho teve inanição e infecção

“A cena é triste. Tudo indica que o animal passou meses com esse pedaço de chinelo enroscado ao corpo”, relatou Carla Beatriz Barbosa, coordenadora do PMP-BS no Instituto Argonauta .
Em suas redes sociais, o instituto alerta para a importância da conservação do ambiente marinho, já que a poluição está entre as principais causas de mortalidade da fauna, perdendo apenas para a pesca predatória, que provoca a morde acidental de milhares de espécies morrem que acabam presas nas redes.

“Casos ruins como este são chocantes, mas precisamos e devemos divulgar para que as pessoas saibam que até um simples chinelo esquecido na beira do mar pode levar à morte um animal marinho ameaçado de extinção”, explicou o oceanógrafo e presidente do Instituto Argonauta, Hugo Gallo.

Fonte: Último Segundo – iG

Deixe uma resposta