Friagem pode atingir Amazonas e baixar temperaturas nos próximos dias

Vinicius Leal

Manaus (AM)

O fenômeno é causado por uma massa de ar polar que já resfriou as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do País
Uma onda de frio pode atingir o Amazonas e baixar as temperaturas em cidades do Estado nos próximos dias, segundo confirmou o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O fenômeno, chamado “friagem”, é causado por uma massa de ar polar que já resfriou as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do País.

“Friagem é quando ocorre uma intrusão de ar frio, de origem polar, que atinge o sul da Amazônia geralmente entre os meses de maio e agosto. Também podem ocorrer nos meses de abril e setembro, mas são relativamente raros”, explicou o meteorologista Gustavo Ribeiro, do Inmet.

Segundo ele, as friagens vêm com ventos secos e frios. “As friagens normalmente estão associadas a passagens de frentes frias nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, que por vezes atingem os estados do Mato Grosso, Rondônia, Acre e as regiões sul e sudoeste do Amazonas. Junto às friagens, observamos ventos que geralmente são secos e mais frios, pois têm origem nas regiões frias do continente”.

Apesar da pouca probabilidade do fenômeno ocorrer em Manaus, a capital amazonense pode ser atingida sim com queda nas temperaturas. “Dificilmente este tipo de fenômeno atinge a capital amazonense, mas pode ocorrer um aumento da nebulosidade, fazendo com que menos radiação solar chegue à superfície e, por isso, as temperaturas sejam mais baixas”, explicou Ribeiro.

Mesmo havendo suspeita para ocorrência da friagem nas cidades mais ao sul e sudeste do Estado, ainda não é possível prever mínimas das temperaturas. “Ainda não temos previsão que esta friagem atinja o Amazonas”, reforçou o meteorologista Gustavo Ribeiro.

Pode até nevar

Para outras regiões do Brasil, o Inmet prevê até a possibilidade de neve, como nas serras gaúcha e catarinense, tanto a partir de hoje, segunda-feira (17), como para amanhã, terça (18). As temperaturas devem ficar abaixo de zero em quase todos os municípios do Rio Grande do Sul e haver geada em toda a região Sul e até no Mato Grosso do Sul.

A Crítica

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: