Pesquisadores encontram tartaruga marinha de duas cabeças em praia nos EUA

Apesar de rara, a condição de duas cabeças já foi observada anteriormente em tartarugas, explicam os cientistas da University of Central Florida

Pesquisadores da University of Central Florida encontraram uma incomum tartaruga marinha nesta semana. Recém-nascido, o animal surpreendeu a todos ao apresentar duas cabeças, uma condição extremamente rara de ser observada no meio ambiente.

Os estagiários do Grupo de Pesquisa da Tartaruga Marinha, que atua na universidade, encontrou o pequeno réptil na última terça-feira (15). Ele estava nas areias da Reserva Ambiental de Archie Carr e logo chamou a atenção de todos os presentes.

A bióloga Kate Mansfield, líder do grupo de pesquisa, publicou as singulares fotos em seu Twitter e, com o objetivo de divulgar a descoberta, já conseguiu mais de 100 retuítes e destaque em diversos noticiários de todo o mundo.
Mansfield ressaltou, segundo o canal de televisão “Wesh”, que o caso é raro , mas não impossível de ser observado. “Vivo, o animal estava muito ativo e logo foi libertado na natureza”, assinalou.

O caso foi um verdadeiro presente para os membros do grupo, que analisam os ninhos do animal assim que os ovos eclodem, ajudando os pequenos répteis a correrem em direção ao mar. “É comum encontrarmos tartarugas que têm um pouco mais de dificuldade para sair do ninho, como aconteceu com esta aqui”, explicou Mansfield.

Corpos duplicados

O fazendeiro Gao Baiqi, morador da cidade de Linyi, na província chinesa de Shandong, foi surpreendido pela última ninhada de mamíferos que nasceu em sua propriedade. Junto de seus irmãos, um porco fêmea veio ao mundo com a anatomia um tanto quanto diferente: por conta de um problema raro, ela possuía dois corpos e oito patas e faleceu poucos minutos após seu nascimento.

Fonte: Último Segundo – iG

 

Deixe uma resposta