Estados da Amazônia Legal terão reforço de 204 profissionais do Mais Médicos

O estado da Amazônia Legal que mais vai receber profissionais será o Amapá, com 117, seguido pelo Maranhão, com 36, e Roraima, com 19

Os estados que compõem a Amazônia Legal vão receber a partir da próxima segunda-feira (9), 204 novos profissionais do Mais Médicos. Outros 16 vão atuar em Distritos Sanitários Especiais Indígenas nos estados do Amazonas, Acre, Pará, Pernambuco e Santa Catarina.

Todos os novos médicos são brasileiros formados no exterior. A maioria estudou na Bolívia, Argentina e Paraguai. O anúncio foi feito pelo Ministério da Saúde, nessa terça-feira (3).

O ministro Ricardo Barros, explicou os benefícios do programa para a população.

Além dos novos profissionais, Ricardo Barros garantiu que vai informatizar o atendimento nas unidades básicas de saúde, onde esses médicos vão atuar.

O estado da Amazônia Legal que mais vai receber profissionais será o Amapá, com 117, seguido pelo Maranhão, com 36, e Roraima, com 19. Eles vão atuar nas unidades básicas de saúde dos municípios.

O salário de cada profissional será de R$ 11.520. Os profissionais que vão trabalhar nos distritos indígenas receberão R$ 2.750 de auxílios moradia e alimentação.

Portal Amazônia com Agencia Brasil

Deixe uma resposta