ICAN vence prêmio Nobel da Paz para espantar risco nuclear

A Campanha Internacional para Abolir as Armas Nucleares (ICAN, em inglês) venceu nesta sexta-feira o prêmio Nobel da Paz após uma década de esforços para proibir a bomba atômica, em um contexto de tensão com a Coreia do Norte e o Irã.

Setenta e dois anos depois das bombas atômicas americanas caírem sobre Hiroshima e Nagasaki, o Comitê do Nobel quis ressaltar os incansáveis esforços da ICAN para livrar o mundo das armas nucleares. Com isso, também enviou uma mensagem às potências nucleares para que iniciem “negociações sérias” destinadas a eliminar o seu arsenal.

“Vivemos em um mundo onde o risco de que utilizem as armas nucleares é o mais alto que já existiu”, declarou a presidente do Comitê Norueguês do Nobel, Berit Reiss-Andersen.

“Alguns países modernizam os seus arsenais nucleares e o risco de que cada vez mais países se dotem de armas nucleares, como a Coreia do Norte, é real”, acrescentou.

Veja matéria completa no Estado de Minas

Deixe uma resposta