Júri absolve vendedor acusado de homicídio no Pará

O vendedor Alex Pedro Pantoja, 25 anos, foi absolvido nesta terça-feira (10), pela acusação da morte de Madson Felipe Monteiro Nascimento, 14 anos, conhecido como Neném. O júri do 1º Tribunal do Júri de Belém, foi presidido pelo juiz Edmar da Silva Pereira.

Por maioria dos votos os jurados acataram a tese do defensor público Alex Noronha absolvendo o réu por legítima defesa e rejeitando a acusação sustentada pelo promotor de Justiça José Rui de Almeida Barbosa de que o réu foi autor de homicídio.

Mãe e irmão do réu compareceram ao júri para depor e relataram que a Madson Nascimento mantinha uma animosidade com Alex Pantoja por ele ter denunciado o roubo de uma bicicleta. Desde então o réu passou a sofrer ameaças de morte por parte do adolescente.

Em interrogatório prestado o réu confessou ter feito disparos com uma arma emprestada contra o adolescente que costumava cometer furtos na área. O réu reafirmou que a vítima passou a lhe ameaçar de morte após ter denunciado o roubo de uma bicicleta pelo adolescente. Desde então o jovem passou a cobrar pedágios de seus familiares sempre que passavam por uma passagem usada por jovens para consumir drogas.

Do Diário Online

Deixe uma resposta